sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Dono do Grupo Lena suspeito de transferir dinheiro para contas de Carlos Santos Silva

O Ministério Público estará a investigar o dono do grupo Lena por alegadas suspeitas de ter transferido dinheiro para contas do arguido Carlos Santos Silva. O Diário de Notícias avança hoje que Joaquim Barroca foi identificado como autor de várias transferências de milhões de euros para contas bancárias na Suíça, pertencentes ao arguido na Operação Marquês, em que está também envolvido José Sócrates.

(SIC/Arquivo)

(SIC/Arquivo)

O administrador e dono do Grupo Lena terá feito essas transferências entre 2007 e 2009, anos de Governo Sócrates.

 

Também o jornal i revela hoje que o Ministério Público está a investigar a relação entre o dinheiro de Santos Silva e os inquéritos às Parcerias Público Privadas (PPP) Rodoviárias e à Parque Escolar.

 

Vários concursos de PPP e de escolas públicas foram adjudicados ao Grupo Lena, que terá ganho dezenas de milhões de euros com os contratos.

  • MP diz que Sócrates recebeu de Santos Silva 1,5 milhões de euros
    3:18

    País

    Há novas informações sobre a Operação Marquês. José Sócrates e o amigo Carlos Santos Silva terão usado vários esquemas para camuflar a passagem de dinheiro entre 2012 e 2014. A acusação do Ministério Público (MP) aponta para dez esquemas, através dos quais o dono do Grupo Lena terá feito chegar ao ex-primeiro-ministro 1,5 milhões de euros. A revelação é feita pelo semanário Expresso.

  • Grupo Lena criou laços com Venezuela após visita de Sócrates
    2:06

    Operação Marquês

    No dia em que José Sócrates foi detido, sexta-feira, foram feitas buscas ao grupo Lena, de Leiria, ligado a atividades de terraplenagens e construção. O grupo Lena foi dos que mais beneficiou da diplomacia económica do Governo PS. Durante boa parte dos anos de José Sócrates no governo, o grupo de Leiria conseguiu vários contratos públicos, a maior parte com a Parque Escolar. Alguns foram celebrados poucos dias antes da demissão do então primeiro-ministro. Além disso, a Venezuela é hoje um dos principais mercados do grupo Lena.

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura durante a noite. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vitima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.