sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Livro de Sócrates terá sido escrito por professor catedrático

O livro de José Sócrates, "A confiança no Mundo", lançado em 2013, terá sido escrito por um professor catedrático e não pelo antigo primeiro-ministro. Escutas telefónicas, no âmbito da Operação Marquês, indiciam que o livro foi escrito por outra pessoa que não José Sócrates, isto segundo fonte conhecedora do processo, ouvida pelo Sol.

A apresentação do livro de José Sócrates contou com a presença de Lula da Silva e Mário Soares

A apresentação do livro de José Sócrates contou com a presença de Lula da Silva e Mário Soares

(LUSA/ ARQUIVO)

O jornal avança que os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa usam o livro em causa para fundamentar a prisão preventiva de Sócrates, alegando que há "evidências fortíssimas de capacitação de manipulação de factos" dada a "destreza comunicacional e capacidade de contactos do arguido".

 

Segundo o Sol, a investigação tem provas de que foram levantados 170 mil euros das contas de Carlos Santos Silva. Esse dinheiro terá sido depois entregue a várias pessoas, incluindo alguns deputados socialistas, que compraram cerca de 10 mil exemplares do livro. 

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41