sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Defesa de Sócrates interpõe recursos e pede aceleração processual à PGR

Os advogados de defesa de José Sócrates disseram hoje ter apresentado, ao juiz de Instrução Criminal, um recurso da prisão preventiva do ex-primeiro-ministro e pediram à procuradora-geral da República aceleração processual do caso.

Um dos advogados de defesa do antigo primeiro-ministro, José Sócrates.

Um dos advogados de defesa do antigo primeiro-ministro, José Sócrates.

Francisco Seco / AP

Pedro Dellile e João Araújo convocaram, para hoje à tarde, uma conferência de imprensa para informarem os jornalistas de que apresentaram ao juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), um pedido de libertação imediata de José Sócrates, detido preventivamente desde novembro na prisão de Évora.

Os causídicos informaram também que entregaram à procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, um pedido de "aceleração processual" e apresentaram, no Tribunal da Relação, uma reclamação relacionada com a incompetência material do TCIC, após a decisão do recurso deste tribunal superior de manter a prisão preventiva de José Sócrates.

Também em relação ao indeferimento de um dos "habeas corpus" por parte do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), os advogados recorreram da decisão para o plenário de juízes do STJ. 

Na opinião de Pedro Dellile, a acusação está a imputar a José Sócrates o crime de enriquecimento injustificado, "algo que não existe, que não está tipificado".
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.