sicnot

Perfil

Operação Marquês

José Sócrates admite que pode ser condenado

José Sócrates admite que pode ser condenado

José Sócrates acusa o Ministério Público de terrorismo de Estado, de fazer caça ao homem e de estar a trabalhar numa tese patética e absurda. A SIC teve acesso à carta enviada ao socialista António Campos. Sócrates fala pela primeira vez da detenção do administrador do Grupo Lena. O que acabámos de ver é apenas um excerto desta longa carta escrita por José Sócrates. A versão completa está disponível na SIC online.

  • Sócrates acusa Passos Coelho de perseguição política
    3:19

    País

    José Sócrates acusa o primeiro-ministro de cobardia e perseguição política, e diz que Passos está próximo da "miséria moral". Numa carta enviada ao Diário de Notícias, TSF e JN, Sócrates responde ao discurso de Passos sobre a dívida à Segurança Social. António Costa continua a preferir o silêncio.

  • Carta de Sócrates sobre detenção de administrador do Grupo Lena

    Operação Marquês

    José Sócrates comentou pela primeira vez a detenção de mais um arguido na Operação Marquês, o administrador do Grupo Lena e alegado corruptor do antigo-primeiro-ministro.  Numa carta a que a SIC teve acesso, Sócrates diz que o Ministério Público está a trabalhar numa teoria "delirante e absurda" e volta a falar de perseguição política.O teor da carta de Sócrates vai ser divulgado em exclusivo no Jornal da Noite da SIC. Poderá ser lida na íntegra no site.

  • José Sócrates admite que pode ser condenado

    Operação Marquês

    José Sócrates acusa o Ministério Público de terrorismo de Estado, de fazer caça ao homem e de estar a trabalhar numa tese patética e absurda que classifica como folhetim de mau gosto. Numa carta enviada ao socialista António Campos, a que a SIC teve acesso, o ex-primeiro-ministro fala pela primeira vez da detenção do administrador do Grupo Lena. Na longa missiva, o antigo governante assegura que o processo ainda não lhe tirou a alegria mas admite já a hipótese de vir a ser condenado. A seguir pode ler a versão completa dessa carta.

  • Moção de censura "dá voz à indignação de muitos portugueses"
    1:13

    País

    O CDS entregou, no gabinete do presidente da Assembleia da República, a moção de censura ao Governo. O deputado Nuno Magalhães diz que o documento é a voz de todos os portugueses que ficaram indignados com a falência dos serviços do Estado nos incêndios e acrescenta ainda que cabe agora aos partidos da esquerda avaliarem se houve falhas e se foram graves o suficiente para censurarem o Governo.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • Tondela corta relações institucionais com Belenenses

    Desporto

    O Tondela anunciou esta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.