sicnot

Perfil

Operação Marquês

Pinto Monteiro critica violação do segredo de justiça

Pinto Monteiro critica violação do segredo de justiça

O antigo Procurador-Geral da República diz que ninguém pode ser preso para ser investigado e que José Sócrates já está condenado na praça pública, mesmo antes de chegar a julgamento. Em entrevista à Antena1, Pinto Monteiro comentou o caso judicial que envolve o ex-primeiro ministro.

  • Diogo Gaspar Ferreira diz que está a ser vítima de uma cabala
    0:31

    Operação Marquês

    O processo Marquês tem mais um arguido. Trata-se, segundo noticia hoje o Expresso, de Diogo Gaspar Ferreira, o diretor executivo do empreendimento Vale do Lobo, no Algarve. Diogo Ferreira terá sido interrogado na sexta-feira pelo procurador da investigação. O diretor executivo do empreendimento turístico de Almancil diz ser vítima de uma cabala contra ele e Vale do Lobo e que não quer servir de bode expiatório no caso que envolve o ex-primeiro ministro. Diogo Gaspar Ferreira nega ter dado ordens de tranferência de dinheiro, nega conhecer Carlos Santos Silva e José Sócrates. Em maio, Vale do Lobo foi alvo de buscas. O Ministério Público suspeita que José Sócrates tenha sido subornado para favorecer o empreendimento. Contactado pela SIC, Diogo Gaspar Ferreira recusou prestar qualquer declaração.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.