sicnot

Perfil

Operação Marquês

Pinto Monteiro critica violação do segredo de justiça

Pinto Monteiro critica violação do segredo de justiça

O antigo Procurador-Geral da República diz que ninguém pode ser preso para ser investigado e que José Sócrates já está condenado na praça pública, mesmo antes de chegar a julgamento. Em entrevista à Antena1, Pinto Monteiro comentou o caso judicial que envolve o ex-primeiro ministro.

  • Diogo Gaspar Ferreira diz que está a ser vítima de uma cabala
    0:31

    Operação Marquês

    O processo Marquês tem mais um arguido. Trata-se, segundo noticia hoje o Expresso, de Diogo Gaspar Ferreira, o diretor executivo do empreendimento Vale do Lobo, no Algarve. Diogo Ferreira terá sido interrogado na sexta-feira pelo procurador da investigação. O diretor executivo do empreendimento turístico de Almancil diz ser vítima de uma cabala contra ele e Vale do Lobo e que não quer servir de bode expiatório no caso que envolve o ex-primeiro ministro. Diogo Gaspar Ferreira nega ter dado ordens de tranferência de dinheiro, nega conhecer Carlos Santos Silva e José Sócrates. Em maio, Vale do Lobo foi alvo de buscas. O Ministério Público suspeita que José Sócrates tenha sido subornado para favorecer o empreendimento. Contactado pela SIC, Diogo Gaspar Ferreira recusou prestar qualquer declaração.

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.