sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Relação rejeita mais um recurso de Sócrates

O Tribunal da Relação de Lisboa recusou hoje o recurso apresentado pela defesa de José Sócrates, que contestava a declaração de especial complexidade do processo judicial, foi hoje divulgado pelo juiz presidente do TRL.

Sócrates acusa o Ministério Público de não ser capaz de apresentar provas nem factos que sustentem a acusação e diz que, ao fim de seis meses da prisão preventiva, em que foi alvo de uma "violenta campanha de difamação, abuso, mentiras e caça ao homem", o procurador não tem provas e acrescenta aliás que nem as terá daqui a mais seis meses. (Arquivo)

Sócrates acusa o Ministério Público de não ser capaz de apresentar provas nem factos que sustentem a acusação e diz que, ao fim de seis meses da prisão preventiva, em que foi alvo de uma "violenta campanha de difamação, abuso, mentiras e caça ao homem", o procurador não tem provas e acrescenta aliás que nem as terá daqui a mais seis meses. (Arquivo)

Francisco Seco / AP

A decisão do tribunal superior foi tomada por maioria, tendo votado vencido o juiz relator José Reis, que no seu voto considerou que não se verifica a especial complexidade do processo de José Sócrates. 

Caso o entendimento do relator tivesse vingado, isso teria como efeito a libertação de José Sócrates, preso preventivamente desde novembro de 2014, por ultrapassagem dos prazos processuais.

A declaração de especial complexidade de um processo judicial tem implicações nos prazos de inquérito/investigação e estes relacionam-se com a duração máxima da medida de coação de prisão preventiva.

O TRL indeferiu também as nulidades evocadas pelos advogados no mesmo recurso.  

A recusa de aceitar o recurso foi tomada pelas desembargadoras Laura Maurício e Teresa Féria, tendo José Reis votado vencido apenas na questão da especial complexidade do processo. 

José Sócrates foi detido a 21 de novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, e está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito, sendo o único arguido ainda em prisão preventiva no âmbito da "Operação Marquês".

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47