sicnot

Perfil

Operação Marquês

"Se querem acusar, acusem"

ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

"Se querem acusar, acusem"

Um dos advogados de defesa de José Sócrates, Pedro Delille, considera que o processo em que o ex-primeiro-ministro é arguido devia ser arquivado. Em entrevista À SIC Notícias, Delille defendeu a libertação imediata de Sócrates num caso que considera "inédito", por "se prender alguém sem se apresentar o facto de que é suspeito".

  • "Não conseguiram até agora inventar nada suficientemente sólido"
    10:54

    Operação Marquês

    O advogado de José Sócrates garante não há quaisquer factos de crime que o ex-primeiro-ministro possa ter cometido. Em entrevista no Jornal da Noite da SIC, João Araújo reiterou que a mudança da medida de coação "significa que o Ministério Público entende ser necessário começar a libertar José Sócrates", porque "não conseguiram até agora inventar nada suficientemente sólido". Sobre o que irá em breve dizer o próprio José Sócrates, João Araújo adianta "que certamente quererá falar da violência cometida sobre ele". Veja aqui a entrevista na íntegra.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".