sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

José Sócrates em liberdade

O ex-primeiro-ministro José Sócrates foi libertado hoje, embora fique proibido de se ausentar de Portugal e de contactar com outros arguidos do processo da "Operação Marquês", informou o Ministério Público (MP).

Francisco Seco/ AP (Arquivo)

Também o empresário Carlos Santos Silva, amigo de longa data do ex-primeiro ministro socialista e arguido na "Operação Marquês", viu alterada a medida de coação, deixando de estar em prisão domiciliária, refere uma nota da Procuradoria-Geral da República (PGR).

"O MP promoveu, e o Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) deferiu, que a medida de coação de obrigação de permanência na habitação, aplicada a José Sócrates e a Carlos Santos Silva, seja substituída pela proibição de ausência do território nacional, sem prévia autorização, e pela proibição de contactos, designadamente com outros arguidos no processo", acrescenta a nota da PGR.

Ao tomar esta iniciativa, o MP considerou que se mostravam "consolidados os indícios recolhidos nos autos, bem como a integração jurídica dos factos imputados", o que, na atual fase da investigação, "diminuiu a suscetibilidade de perturbação da recolha e da conservação da prova".

Considera-se que esses perigos e a eficácia das diligências a desenvolver podem ser acautelados com a aplicação de medidas de coação menos gravosas do que as até aqui impostas a estes arguidos, conclui a nota da PGR.

Contactado pela agência Lusa, João Araújo, advogado de José Sócrates, disse que a decisão surge "tarde e más horas" e que agora vai ler o despacho que possibilitou a libertação do seu constituinte.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.