sicnot

Perfil

Operação Marquês

Defesa de Sócrates recebe cópia dos autos mas faltam 80 páginas

Defesa de Sócrates recebe cópia dos autos mas faltam 80 páginas

A defesa de José Sócrates já tem cópia digital do processo, mas alegam que faltam 80 páginas, disse aos jornalistas o advogado Pedro Delille.

O advogado Pedro Delille falava aos jornalistas à saída do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DIAP), em Lisboa, depois de, na manhã de hoje, João Araújo, outro dos advogados de José Sócrates, não ter conseguido obter cópia dos autos, devido a atrasos na digitalização dos documentos.

Pedro Delille adiantou ter já entregado um requerimento a solicitar ao Ministério Público que fundamente os motivos pelos quais estão em falta as 80 páginas que não foram disponibilizadas no CD com o processo principal entregue hoje à defesa do ex-primeiro-ministro socialista.

Com Lusa

  • "Não houve dificuldades técnicas para prender"
    1:50

    Operação Marquês

    Um problema técnico está a dificultar a digitalização do processo que envolve José Sócrates. O advogado de defesa João Araújo esteve hoje nas instalações do DCIAP em Lisboa. Aguarda um contacto da secretaria por volta das 14:00 para poder aceder ao processo na íntegra.

  • Problema técnico trava digitalização do processo de Sócrates

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates ainda não tiveram acesso total aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro. Na secretaria do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, foi-lhes dito que o processo ainda não está totalmente digitalizado devido a uma dificuldade técnica, a um problema informático. Os advogados de José Sócrates estiveram no Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, onde pretendem ter acesso aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42