sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Problema técnico trava digitalização do processo de Sócrates

Os advogados de José Sócrates ainda não tiveram acesso total aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro. Na secretaria do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, foi-lhes dito que o processo ainda não está totalmente digitalizado devido a uma dificuldade técnica, a um problema informático. Os advogados de José Sócrates estiveram no Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, onde pretendem ter acesso aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro.

Os advogados do ex-primeiro-ministro José Sócrates, João Araújo (D) e Pedro Delille (E), à saída do Supremo Tribunal de Justiça

Os advogados do ex-primeiro-ministro José Sócrates, João Araújo (D) e Pedro Delille (E), à saída do Supremo Tribunal de Justiça

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A defesa do antigo governante vai agora esperar pelas14:00 de hoje para ter a certeza de que já pode levantar toda a informação, que deverá ficar digitalizada nas próximas horas.

João Araújo e Pedro Delille chegaram ainda antes das dez da manhã ao DCIAP.

A defesa apresentou um requerimento a pedir acesso pleno a toda a documentação ligada à investigação da Operação Marquês. Quer consultar os autos e fotocopiar o processo principal que envolve José Sócrates.

A defesa do antigo governante considera que o acesso aos documentos é essencial ao exercício dos direitos do cliente.

Os advogados pediram ainda a marcação de uma nova data para Sócrates voltar a ser ouvido, depois de consultar os autos.

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • MP investiga ministro Siza Vieira, António Costa rejeita incompatibilidades
    2:12

    País

    O Ministério Público decidiu investigar o ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, por alegadas incompatibilidades. O governante criou uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse e manteve-se como gerente durante dois meses. A lei prevê a demissão, mas o primeiro-ministro já disse que se tratou apenas de um erro e o próprio ministro alega desconhecimento da lei.

  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.