sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Problema técnico trava digitalização do processo de Sócrates

Os advogados de José Sócrates ainda não tiveram acesso total aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro. Na secretaria do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, foi-lhes dito que o processo ainda não está totalmente digitalizado devido a uma dificuldade técnica, a um problema informático. Os advogados de José Sócrates estiveram no Departamento Central de Investigação e Ação Penal, em Lisboa, onde pretendem ter acesso aos documentos do processo contra o ex-primeiro-ministro.

Os advogados do ex-primeiro-ministro José Sócrates, João Araújo (D) e Pedro Delille (E), à saída do Supremo Tribunal de Justiça

Os advogados do ex-primeiro-ministro José Sócrates, João Araújo (D) e Pedro Delille (E), à saída do Supremo Tribunal de Justiça

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A defesa do antigo governante vai agora esperar pelas14:00 de hoje para ter a certeza de que já pode levantar toda a informação, que deverá ficar digitalizada nas próximas horas.

João Araújo e Pedro Delille chegaram ainda antes das dez da manhã ao DCIAP.

A defesa apresentou um requerimento a pedir acesso pleno a toda a documentação ligada à investigação da Operação Marquês. Quer consultar os autos e fotocopiar o processo principal que envolve José Sócrates.

A defesa do antigo governante considera que o acesso aos documentos é essencial ao exercício dos direitos do cliente.

Os advogados pediram ainda a marcação de uma nova data para Sócrates voltar a ser ouvido, depois de consultar os autos.