sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Sócrates exige investigação a fugas de informação na Operação Marquês

Os advogados de José Sócrates exigem a abertura de um inquérito para apurar as afirmações que Paulo Silva, o inspetor tributário responsável pela investigação, fez sobre as fugas de informação para a comunicação social.

© Hugo Correia / Reuters

Tal como a SIC noticiou, o inspetor da Autoridade Tributária chegou a pedir para ser investigado, depois de se ter insurgido contra as quebras de segredo de Justiça na Operação Marquês.

Paulo Silva afirmou que as fugas só poderiam ter três responsáveis: ele próprio, o procurador e o juiz de instrução.

  • Um ano depois da prisão de Sócrates a investigação ainda está longe do fim
    3:56

    Operação Marquês

    Praticamente um ano depois da prisão de José Sócrates, a investigação da Operação Marquês está ainda longe do fim. Os investigadores continuam a trabalhar numa montanha de papel e de informação: extratos bancários, contratos de obras públicas, escutas e outras provas, que levam a um labirinto de pistas onde é difícil seguir o rasto do dinheiro. Há três semanas, a SIC enviou a José Sócrates uma lista de perguntas relacionadas com as suspeitas do processo, mas os esclarecimentos chegaram apenas esta quinta-feira, já ao final da tarde. A SIC irá isso divulgar esta sexta-feira as respostas dadas pelo ex-primeiro-ministro.

  • Os "esquemas" de financiamento de Santos Silva a Sócrates
    3:46

    Operação Marquês

    Na tese da investigação, José Sócrates e Carlos Santos Silva terão arranjado vários esquemas para fazer sair o dinheiro das contas do empresário para o bolso do antigo primeiro-ministro. Um delas passaria pelo pagamento de viagens e hotéis. O Ministério Público diz que, em seis anos, o empresário Carlos Santos Silva gastou mais de 350 mil euros em viagens para ambos ou apenas para o ex-primeiro-ministro.

  • As respostas de José Sócrates
    6:07

    Operação Marquês

    José Sócrates respondeu a perguntas enviadas pela SIC há três semanas. As respostas só chegaram na passada quinta-feira ao final da tarde. Em sete páginas, o ex-primeiro-ministro nega os negócios de fachada, a compra massiva de livros, o emprego simulado e a linguagem codificada para falar de dinheiro.

  • "Nunca vi um Presidente tão só"
    1:01

    País

    José Sócrates foi hoje homenageado num almoço na antiga FIL em Lisboa, que contou a presença de Mário Soares. É a terceira iniciativa em que o ex-primeiro-ministro participa desde que deixou a prisão domiciliária e aproveitou a oportunidade para apontar baterias a Cavaco Silva. Sócrates considerou que esta foi a década perdida para a Presidência da República e nunca viu um Presidente tão só.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.