sicnot

Perfil

Operação Marquês

Ministério Público tem novos suspeitos na Operação Marquês

Ministério Público tem novos suspeitos na Operação Marquês

O Ministério Público tem novos suspeitos na operação que envolve José Sócrates e, continua a pedir informações bancárias às autoridades suíças. Os investigadores descobriram agora uma nova sociedade offshore, no Panamá, detida por Carlos Santos Silva, amigo do ex-primeiro-ministro. O processo vai a caminho dos 3 anos e tem mais de 6 milhões de ficheiros informáticos e 81 mil sessões de escuta.

  • Dinheiro do caso Sócrates terá passado pela Espírito Santo Enterprises
    2:33

    Operação Marquês

    Helder Bataglia, o empresário luso-angolano arguido no processo que investiga José Socrates, admitiu ao Expresso que o dinheiro que transferiu para Joaquim Barroca teve origem numa offshore do Grupo Espírito Santo liderado por Ricardo Salgado. As declarações do empresário podem ser essenciais para confirmar a tese do Ministério Público que acredita que os 12 milhões de euros transferidos por Bataglia eram luvas e tinham como destino José Socrates.

  • Offshore do Espírito Santo no Panama Papers com ligações ao caso Sócrates
    1:59

    Panama Papers

    A investigação "Panana Papers" mostra o envolvimento de uma offshore do Grupo Espírito Santo com a Operação Marquês. Helder Bataglia, o empresário luso-angolano arguido no processo, admite ao Expresso que o dinheiro que transferiu para pagar comissões teve origem numa offshore do grupo então liderado por Ricardo Salgado. O Ministério Público acredita que pelo menos 12 milhões de euros pertencerão a José Sócrates. A defesa do ex-primeiro-ministro nega.

  • Dinheiro do caso Sócrates veio do saco azul dos GES

    Panama Papers

    Nas malhas da investigação dos milhões descobertos pelo Panama Papers encontra-se a Operação Marquês. O dinheiro do caso que envolve José Sócrates no esquema de corrupção, fraude fiscal e branquamento de capitais vem do GES. Esta é a manchete deste sábado do jornal Expresso. Transferências feitas a partir da Espírito Santo Enterprises de offshores podem ser a explicação que faltava ao Ministério Público para concluir o inquérito crime contra José Sócrates e avançar com uma eventual acusação.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".