sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

Ex-mulher de Sócrates arguida por suspeita de fraude fiscal

A ex-mulher de José Sócrates, Sofia Fava, foi constituída arguida, na quarta-feira, no âmbito da Operação Marquês por suspeita de crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais, adiantou hoje a Procuradoria-geral da República.

Ex-mulher de Sócrates, Sofia Fava, acompanhada por Capoulas Santos, depois de visitar o ex-primeiro-ministro na prisão de Évora, no final de novembro de 2014.

Ex-mulher de Sócrates, Sofia Fava, acompanhada por Capoulas Santos, depois de visitar o ex-primeiro-ministro na prisão de Évora, no final de novembro de 2014.

NUNO VEIGA

"O Ministério Público ouviu, na qualidade de arguida, Sofia Fava. O interrogatório, no âmbito da designada Operação Marquês, teve lugar ontem [quarta-feira] ", adiantou a mesma fonte da Procuradoria-geral da República (PGR) à agência Lusa.

Fonte da PGR acrescentou que a "arguida, que ficou sujeita à medida de coação de termo de identidade e residência, está indiciada por factos suscetíveis de integrarem os crimes de fraude fiscal e branqueamento".

O Correio da Manhã (CM) revela, na edição de hoje, que Sofia Fava passou à condição de arguida na Operação Marquês, tendo sido ouvida na quarta-feira no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) pelo procurador Rosário Teixeira e por elementos da Autoridade Tributária (AT) que acompanham a investigação.

De acordo com o jornal, que cita a investigação, Sofia Fava era uma das destinatárias das verbas de Sócrates, através do empresário Carlos Santos Silva, arguido no mesmo processo".

"Há registos de recebimentos por transferências bancárias e em numerário, sendo que parte dessas verbas era também para a educação e saúde dos dois filhos", indicam.

O jornal diz que "José Sócrates pagava também as prestações do monte alentejano, em Montemor-o-Novo, que foi comprado com a ajuda de Santos Silva".

"De salientar ainda que um relatório da Autoridade Tributária revela que os rendimentos da ex-mulher de Sócrates não comportavam tantos gastos", realçou ainda o CM.

A Operação Marquês já conta com mais de uma dezena de arguidos, entre os quais o ex-primeiro-ministro José Sócrates, que esteve preso preventivamente mais de nove meses, tendo esta medida de coação sido alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 04 de setembro de 2015.

Desde outubro que José Sócrates está em liberdade, embora proibido de contactar com outros arguidos do processo.

Sócrates foi detido a 21 de novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Entre os arguidos no processo da Operação Marquês estão, além de Sócrates e, agora, de Sofia Fava, o ex-administrador da CGD e antigo ministro socialista Armando Vara e a sua filha Bárbara Vara, Carlos Santos Silva, empresário e amigo do ex-primeiro-ministro, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista do ex-líder do PS, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Inês do Rosário, mulher de Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro.

O MP enviou uma carta rogatória para Angola para constituir arguido o empresário luso-angolano Helder Bataglia.

Lusa

  • Ministério Público tem novos suspeitos na Operação Marquês
    2:18

    Operação Marquês

    O Ministério Público tem novos suspeitos na operação que envolve José Sócrates e, continua a pedir informações bancárias às autoridades suíças. Os investigadores descobriram agora uma nova sociedade offshore, no Panamá, detida por Carlos Santos Silva, amigo do ex-primeiro-ministro. O processo vai a caminho dos 3 anos e tem mais de 6 milhões de ficheiros informáticos e 81 mil sessões de escuta.

  • Offshore do Espírito Santo no Panama Papers com ligações ao caso Sócrates
    1:59

    Panama Papers

    A investigação "Panana Papers" mostra o envolvimento de uma offshore do Grupo Espírito Santo com a Operação Marquês. Helder Bataglia, o empresário luso-angolano arguido no processo, admite ao Expresso que o dinheiro que transferiu para pagar comissões teve origem numa offshore do grupo então liderado por Ricardo Salgado. O Ministério Público acredita que pelo menos 12 milhões de euros pertencerão a José Sócrates. A defesa do ex-primeiro-ministro nega.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.