sicnot

Perfil

Operação Marquês

"Mantiveram-no preso durante quase um ano sem provas"

Exclusivo SIC

"Mantiveram-no preso durante quase um ano sem provas"

O advogado João Araújo diz que nunca acreditou que José Sócrates fosse julgado. Adianta ainda que desde o primeiro dia que teve contacto com o processo "Operação Marquês" percebeu que o Ministério Público não tinha indícios sólidos que permitissem prender o ex-primeiro ministro. "Prenderam o senhor engenheiro José Sócrates, mantiveram-no preso durante quase um ano sem qualquer indício, sem provas, sem factos, insistiu.

As declarações foram feitas, quarta-feira à noite, na SIC Notícias, durante um debate sobre a "Operação Marquês".

A Operação Marquês já conta com mais de uma dezena de arguidos, entre os quais o ex-primeiro-ministro José Sócrates, que está indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

  • Os investigadores dos grandes processos
    10:09

    Reportagem Especial

    O Ministério Público está a investigar as suspeitas de terrorismo e a ameaça do Daesh em Portugal. Há vários processos em curso no departamento que investiga a criminalidade mais violenta, mas também os grandes casos de corrupção, como os que envolvem José Sócrates e Ricardo Salgado. Fomos conhecer os êxitos e os entraves das investigações mais mediáticas.

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01