sicnot

Perfil

Operação Marquês

Advogado não garante que Sócrates compareça a novos interrogatórios

Advogado não garante que Sócrates compareça a novos interrogatórios

O processo que investiga José Sócrates pode afinal não estar terminado na próxima sexta-feira. O Ministério Público ainda quer ouvir alguns dos arguidos, entre os quais o ex-primeiro-ministro . No entanto, o advogado de Sócrates, João Araújo, diz que o cliente ainda não foi notificado e não garante que ele compareça ao novo interrogatório, marcado para esta segunda-feira. O fundador do Grupo Lena, Joaquim Barroca, também voltará a ser ouvido, mas na quinta-feira.

  • José Sócrates interrogado esta segunda-feira

    País

    O Ministério Público vai ouvir o antigo primeiro-ministro esta segunda-feira à tarde, pela terceira e última vez. Os procuradores estão a ultimar a acusação contra José Sócrates e acreditam ter provas para acusá-lo de corrupção. O fundador do Grupo Lena, Joaquim Barroca, também voltará a ser ouvido, mas na quarta-feira.

  • "José Sócrates vai ser confrontado com novas provas"
    6:21

    País

    Luís Garriapa, jornalista da SIC, explicou na antena da SIC Notícias o que está na base do interrogatório a José Sócrates agendado para a próxima segunda-feira. Em causa, novas provas com as quais o antigo primeiro-ministro vai ser confrontado.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC