sicnot

Perfil

Operação Marquês

Operação Marquês

Operação Marquês

PGR esclarece que não foi fixada data para conclusão de inquérito à Operação Maquês

RICARDO GRA\303\207A

A Procuradoria-Geral da República (PGR) esclareceu este sábado que não foi fixada, de momento, qualquer data para a conclusão do inquérito e emissão de despacho final da Operação Marquês, tendo apenas sido prorrogado o prazo.

Num esclarecimento enviado à comunicação social, a PGR refere que Joana Marques Vidal atendeu ao pedido de "prorrogação do prazo para a conclusão do inquérito e emissão de despacho final" solicitado pelos magistrados titulares da Operação Marquês".

No entanto, adianta a nota, a procuradora-geral da República "não fixou, até ao momento, prazo para o encerramento do inquérito e emissão de despacho final", tendo sido o final do mês de junho o prazo estimado pelos procuradores do processo para a conclusão dos trabalhos.

O esclarecimento da PGR surge após Joana Marques Vidal ter anunciado, num comunicado divulgado na sexta-feira, que decidiu prolongar o prazo de investigação da Operação Marquês a pedido dos procuradores do processo, que solicitaram um prolongamento até final de junho.

Na nota divulgada este sábado, a procuradora-geral da República sublinhou também que determinou ao diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), Amadeu Guerra, para "prestar informação sobre a evolução do inquérito até finais de abril", altura em que terá que indicar, "se esse for o caso, um prazo que se mostre ainda necessário à conclusão dos trabalhos".

Em abril, deverá ser também ponderada "a adoção de medidas de gestão que se mostrem adequadas a que o prazo a definir seja cumprido", refere ainda a PGR.

Os procuradores da Operação Marquês justificam o adiamento da conclusão do inquérito com a necessidade de aprofundar a investigação ligada à PT, realizar novas diligências e com atrasos de Angola e Suíça na resposta a cartas rogatórias, segundo a nota divulgada na sexta-feira pela PGR.

Os procuradores fundamentam ainda o pedido com a insuficiência dos relatórios de análise de prova, apresentados pelo órgão de polícia criminal, em relação a alguns segmentos, adiantando que o Ministério Público precisa de realizar pesquisas na totalidade do acervo de prova.

A 14 de setembro de 2016, a procuradora-geral da República tinha decidido conceder mais 180 dias, prazo que terminou na sexta-feira, aos titulares do inquérito, que envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates.

A Operação Marquês, que investiga crimes de corrupção, branqueamento de capitais, fraude fiscal, recebimento indevido de vantagem, falsificação e tráfico de influência, foi tornada pública pelo Ministério Público em novembro de 2014 e conta agora com 28 arguidos, dos quais nove empresas.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.