sicnot

Perfil

Surto de sarampo

Um minuto de silêncio em memória de Inês

Um minuto de silêncio em memória de Inês

Familiares e amigos da jovem que morreu com sarampo estão em choque. A adolescente não estava vacinada por opção dos pais. Terá tido uma reação alérgica grave aos dois meses, durante a prevenção da difteria, tétano e tosse convulsa, o que levou a família a ignorar as indicações do plano nacional de vacinação. Os amigos cumpriram hoje um minuto de silêncio na escola.

Inês tinha 17 anos e estava no 12.º ano na Escola Secundaria de Santa Maria, na Portela de Sintra. Quem a conhecia desde criança está em choque com a noticia. Na escola, os colegas ficaram surpreendidos e lembram uma amiga forte e corajosa.

À SIC, um familiar confirmou que Inês tinha complicações de saúde e que sofreu vários problemas desde criança.

Esta tarde, os colegas cumpriram um minuto de silêncio em memória de Inês. Contactada pela SIC, a direção da escola não quis comentar o caso.

Também a família pede respeito pelo momento e recusa prestar declarações sobre a falta de vacinação.

A jovem terá tido uma reação alérgica grave aos dois meses, quando fez a vacina contra a difteria, o tétano e a tosse convulsa e nunca mais recebeu qualquer vacina.

Acabou por ser contaminada com sarampo por uma criança de 13 meses, no mês passado, enquanto esteve internada no Hospital de Cascais devido a outros problemas de saúde.

Depois de ter alta, o estado de saúde complicou-se, foi novamente internada mas não resistiu a uma pneumonia bilateral grave, consequência do sarampo.

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.