sicnot

Perfil

Surto de sarampo

Surto de sarampo

Surto de sarampo

Surto de sarampo na Europa causa pelo menos 25 mortos

Imagem microscópica de uma partícula do vírus do sarampo.

Cynthia Goldsmith/ AP

Pelo menos 25 pessoas morreram de sarampo na Europa no atual surto da doença, com a esmagadora maioria das vítimas a registar-se na Roménia, país que em pouco mais de um ano teve mais de 4.800 pessoas infetadas.

O balanço mais recente feito pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças reporta a casos contabilizados até 21 de abril, havendo pelo menos 15 países europeus com notificações de sarampo.


A Roménia, onde se pensa que terá começado o atual surto na Europa, contabiliza 4.881 casos de sarampo de janeiro de 2016 até meados de abril deste ano, sendo que 23 casos foram mortais.


Portugal registou um caso mortal de sarampo, numa jovem de 17 anos que não estava vacinada, e a Bulgária teve também uma morte num bebé de 10 meses não imunizado, segundo o relatório do Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla inglesa).


A vacina é a melhor forma de prevenir o sarampo, que é uma doença altamente contagiosa. Em Portugal é gratuita e deve ser dada aos 12 meses e aos cinco anos.


Quanto ao número total de casos, Portugal tem até ao momento 25 situações de sarampo confirmadas, segundo o mais recente balanço da Direção-geral da Saúde (DGS).


A Itália registou mais de 1.700 casos, a Alemanha 462, França 134 casos, Espanha com 44 e a Bélgica tem mais de 160 infeções confirmadas.

Lusa

  • Autópsia à mulher baleada pela PSP contradiz agentes
    1:28

    País

    A mulher que morreu acidentalmente durante uma perseguição da PSP terá sido baleada no pescoço e o trio terá sido disparado por trás. Entretanto, segundo a imprensa, a PJ ainda não encontrou vestígios do tiroteio, entre os assaltantes do multibanco de Almada e a PSP.

  • Marinha dos EUA considera "absolutamente inaceitável" desenho de um pénis no céu

    Mundo

    Os cidadãos do Condado de Okanogan, em Washington, foram surpreendidos esta quinta-feira com o contorno de um pénis no céu. A imagem resultou de um rasto de condensação deixado por um avião militar norte-americano. A Marinha confirmou que um dos seus pilotos tinha desenhado a figura no ar e defendeu que a situação era "absolutamente inaceitável".