sicnot

Perfil

Swissleaks

Swissleaks

Swissleaks

HSBC alvo de investigação criminal em França

O banco britânico HSBC anunciou hoje que está a ser alvo de uma investigação criminal em França relacionada com a sua filial suíça, suspeita de ter ajudado clientes a fugirem ao fisco.

© Pierre Albouy / Reuters

Os magistrados franceses impuseram ao banco uma fiança de mil milhões de euros, idêntica à que foi imposta ao banco suíço UBS num outro caso de evasão fiscal (1,1 mil milhões de euros).

"O HSBC considera que a decisão dos magistrados é infundada e que a caução é injustificada e o montante desmesurado. O banco tenciona recorrer da decisão e defender-se de qualquer processo futuro", referiu o grupo em comunicado enviado à Agência France Press.

A decisão surge algumas semanas após o caso Swissleaks e as revelações de vários jornais sobre práticas de evasão fiscal na filial suíça do HSBC que remontam a 2006 e 2007.

"O que é apontado" à casa-mãe "é a falta de vigilância, de controlo da filial suíça", explicou à agência francesa fonte próxima do dossiê.

Os investigadores franceses suspeitam que a filial suíça terá recorrido a vários expedientes para ajudar clientes ricos a ocultarem os seus bens.

Lusa

  • Processo SwissLeaks tem mais uma portuguesa na lista

    Swissleaks

    Há mais uma portuguesa envolvida no processo swissleaks. Ao que a SIC apurou, trata-se de uma mulher que trabalha na Inspecção Geral de Finanças. Será titular de uma conta na filial suíça do banco HSBC. A SIC sabe também que a mulher alega tratar-se de um assunto pessoal, sem qualquer relação com o cargo que tem nas Finanças. Em causa estão alegados esquemas de fraude e evasão fiscal. Contactado pela SIC, o Ministério das Finanças não quis fazer qualquer comentário por se tratar de um assunto do foro pessoal. 

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.