sicnot

Perfil

Taça das Confederações

Taça das Confederações

Taça das Confederações

Chile vence Camarões por 2-0 com destaque para o vídeoárbitro

Grigory Dukor

O Chile venceu este domingo os Camarões por 2-0, no jogo inaugural do grupo B da Taça das Confederações, numa partida em que o vídeoárbitro esteve em destaque, ao anular um golo e a validar outro aos sul-americanos.

Arturo Vidal, aos 81 minutos, e Eduardo Vargas, no minuto 90+1, fizeram os golos do triunfo chileno, depois de ainda na primeira parte, o mesmo Vargas ter marcado um um golo que foi posteriormente anulado pelo vídeoárbitro, que descobriu um fora de jogo milimétrico do avançado.

A equipa africana revelou muitas dificuldades a conter os campeões sul-americanos, que jogaram à imagem do que tem sido a sua filosofia de futebol rápido e a um ritmo muito alto.

Por seu lado, os campeões da Taça das Nações Africanas procuraram explorar transições ofensivas rápidas, jogando no erro adversário.

O Chile começou por criar perigo logo nos segundos iniciais da partida, com Eduardo Vargas a acertar no poste, para, dois minutos mais tarde, Fuenzalida testar a atenção do guarda-redes Ondoa.

Aos 10 minutos, os Camarões apareceram em jogo, num contra-ataque a aproveitar um erro chileno, com Aboubakar a rematar traiçoeiro para defesa apertada de Herrera.

Aos 40 minutos, Vidal encontrou Vargas na área, mas o avançado rematou por cima, e, já em cima do apito para intervalo, uma jogada tirada a "papel químico" terminou com o golo chileno. Mas, após consulta do vídeoárbitro, o tento foi anulado devido ao fora de jogo de Eduardo Vargas.

Num início morno do segundo tempo, o treinador chileno arriscou ao colocar a estrela da equipa em campo, Alexis Sánchez, aos 58 minutos, que, juntamente com Claudio Bravo, tinha sido apontado como provável ausência da partida, devido a lesão.

Os Camarões entraram melhor na segunda parte jogando com confiança e segurança na posse de bola, criando algumas "meias oportunidades", inclusive um pontapé livre de Moukandjo, que passou perto do poste.

Aos 72 minutos, Isla apareceu sozinho à boca da baliza, mas não conseguiu o desvio para o golo.

O golo chileno acabou por surgir aos 81 minutos, numa jogada das duas estrelas da equipa.

O recém-entrado Alexis Sánchez cruzou para a entrada de Arturo Vidal, que saltou e cabeceou sozinho para o golo.

Aos 90+1 minutos, o extremo do Arsenal voltou a fazer das suas, ao surgir isolado na cara do guarda-redes, que tirou do seu caminho, rematando depois para um corte em cima da linha de golo.

Na recarga, Eduardo Vargas atirou para o fundo das redes, num golo que inicialmente tinha sido anulado, mas após consulta do vídeoárbitro foi validado.

Lusa

  • "O ministro está na frigideira"
    5:33

    Opinião

    O ministro da Segurança Social, Vieira da Silva, "está cada vez mais numa posição fragilizada" devido às suspeitas de irregularidades na associação Raríssimas, diz o subdiretor de Informação da SIC, Bernardo Ferrão. Vieira da Silva já falou sobre o caso duas vezes, mas "sempre de forma algo atralhada" e "ainda não matou todas as dúvidas".

    Bernardo Ferrão

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55
  • Democratas não venciam no Alabama há 27 anos
    1:50