sicnot

Perfil

Caso Tecnoforma

Caso Tecnoforma

Caso Tecnoforma

Procuradoria confirma relatório europeu sobre caso Tecnoforma

A Procuradoria-Geral da República confirmou hoje a receção do relatório do inquérito do Organismo Europeu de Luta AntiFraude (OLAF) relacionado com a atribuição de fundos à Tecnoforma, empresa que teve Pedro Passos Coelho como consultor.

"Confirma-se a receção do relatório, o qual foi junto ao inquérito que corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), referiu a PGR à agência Lusa, acrescentando que o inquérito "encontra-se em investigação e não tem arguido constituídos".

O esclarecimento da PGR surge após o jornal Público noticiar hoje que o OLAF detetou a prática de infrações penais e financeiras na aplicação e/ou na atribuição de fundos europeus à Tecnoforma, que teve Pedro Passos Coelho, atual primeiro-ministro, como consultor e administrador.

Os factos remontam ao período 2001-2004, tendo sido revelado pelo Público no final de 2012, levando a eurodeputada socialista Ana Gomes a apresentar queixa ao OLAF, que instaurou um inquérito, agora concluído.

Uma outra investigação relacionada com a Tecnoforma e com a ação de formação para técnicos de aeródromos e heliportos municipais da região Centro foi aberto pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra, tendo sido arquivado em junho de 2014, antes da conclusão do inquérito do OLAF.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.