sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Avião P3-C da Força Aérea vai apoiar na monitorização do incêndio

Rafael Marchante

Um avião P3-C Orion a Força Aérea Portuguesa (FAP) vai ser mobilizado para o incêndio de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, para ajudar na monitorização do fogo, disse à agência Lusa fonte deste ramo das forças armadas.

A aeronave deverá descolar pelas 16:00 da Base Aérea Nº 11, em Beja, para o aeroporto militar de Figo Maduro, em Lisboa, onde vão embarcar dois elementos da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) e depois rumar até ao teatro de operações para também ajudar "na identificação de pontos quentes suscetíveis de gerarem reacendimentos", indicou fonte da ANPC.

O fogo, que causou pelo menos 61 mortos e mais de 50 feridos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações e deixando-as isoladas.

Em comunicado entretanto divulgado na sua página da internet, a ANPC refere que "no sentido de apoiar o esforço de combate dos mais de 800 operacionais que se debatem na luta contra as chamas em Pedrógão Grande, a Marinha (Fuzileiros) e o Exército disponibilizaram meios logísticos diferenciados para reforço às operações que decorrem no terreno".

A ANPC explica que o P3-C Orion da FAP vai "apoiar os meios de combate, designadamente fazendo a monitorização da área ardida e a identificação de pontos quentes suscetíveis de gerarem reacendimentos". Esta aeronave é habitualmente utilizada no patrulhamento marítimo e está equipada com radares e capacidade de fotografia e vídeo.

A FAP já tinha um helicóptero Alouette III afeto ao Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais.

Quatro pelotões do Exército encontram-se desde a manhã de hoje no terreno em operações de rescaldo e verificação.

Dois aviões 'Canadair' espanhóis já estão empenhados no combate ao incêndio e, durante a tarde de hoje, deverão chegar três meios aéreos franceses, disse anteriormente a Proteção Civil.

Fonte da ANPC acrescentou nessa ocasião à Lusa que é possível que Espanha envie "mais um ou dois" destes meios aéreos para ajudar no combate ao fogo, acrescentando que durante a tarde, deverão chegar ao teatro de operações mais dois 'Canadair' e um meio aéreo, estes três vindos de França.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da ANPC, as chamas que deflagraram às 14:43 de sábado, em Pedrógão Grande, mobilizavam às 15:50 de hoje766 operacionais, 237 veículos e seis meios aéreos.

O fogo deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

Segundo o último balanço feito hoje pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, cerca das 13:00, o incêndio provocou pelo menos 61 mortos.

Lusa

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.