sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Seis dos feridos internados em Coimbra estão em estado grave

Seis feridos do incêndio de Pedrógão Grande dos que se encontram internados no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) estão em estado grave, disse o presidente deste centro, Fernando Regateiro..

Desses seis feridos graves, cinco estão nos cuidados intensivos com ventilação.
No Hospital Pediátrico de Coimbra encontra-se internada uma criança de 4 anos, com queimaduras que atingem um sexto do corpo, mas o seu estado de saúde está a evoluir favoravelmente, segundo o mesmo responsável.
Dos 45 feridos que deram entrada nas unidades do CHUC, 12 vão receber tratamento nos serviços de cirurgias plástica, dez estão em observação e 16 já tiveram alta médica.
Fernando Regateiro fez este balanço aos jornalistas durante a visita que o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e o secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, realizaram a serviços do CHUC.
O ministro concluiu que os serviços estão a responder de forma positiva às solicitações e sublinhou a "disponibilidade plena" de todos os profissionais envolvidos nesta operação.
Campos Fernandes deixou ainda uma "palavra de apreço" a estes trabalhadores e manifestou a solidariedade a todos os familiares das vítimas destes incêndios.
O governante adiantou, ainda, que a sua homóloga espanhola já o contactou hoje mais do que uma vez, disponibilizando auxílio em caso de necessidade.
Portugal registou este fim de semana o maior número de vítimas mortais em incêndios florestais na história do país de que há registo. O fogo, que causou pelo menos 62 mortos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande (distrito de Leiria), e alastrou aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

Lusa

  • 62 mortos no incêndio em Pedrógão Grande

    Tragédia em Pedrógão Grande

    São já 62 as vítimas mortais contabilizadas no incêndio que deflagrou ontem em Pedrógão Grande. Há ainda 54 feridos, entre os quais 8 bombeiros feridos, quatro em estado grave. A PJ já afastou a hipótese do fogo ter tido origem criminosa. A UE acionou o Mecanismo de Proteção Civil para ajudar Portugal, tendo já sido enviados aviões de combate a incêndios.

  • O que se sabe sobre o incêndio em Pedrógão Grande

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Pelo menos 61 pessoas morreram e cerca de 57 ficaram feridas num incêndio no concelho de Pedrógão Grande, em Leiria. O incêndio começou por volta das 14:00 de sábado, em Escalos Fundeiros, quando uma árvore foi atingida por trovoada seca. Falou-se em 62 mortos, mas o número de vítimas mortais foi revisto para 61, depois do primeiro-ministro anunciar que foi feita uma contagem duplicada por uma das vítimas mortais.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.