sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Doze fogos mobilizam quase 2.300 operacionais e 18 meios aéreos

Miguel Vidal

Os 12 incêndios que lavram em Portugal mobilizavam, pelas 09:30 de hoje, 2.291 meios operacionais auxiliados por 765 viaturas e 18 meios aéreos, segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com a informação disponibilizada na página da ANPC na internet àquela hora, três destes incêndios estavam em curso, outros três em resolução e os restantes seis em conclusão.
O incêndio que mobilizava mais meios continuava a ser o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, onde estavam 1.157 operacionais, apoiados por 393 veículos e nove meios aéreos.
O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 150 feridos.
O fogo começou em Escalos Fundeiros, e alastrou depois a Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.
Desde então, as chamas chegaram aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra.
Este incêndio já consumiu cerca de 26.000 hectares de floresta, de acordo com dados do Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais.
O combate a este incêndio continua a evoluir favoravelmente e o fogo pode ficar dominado até ao final da manhã, disse hoje o comandante operacional da Proteção Civil, Vítor Vaz Pinto.
Outro dos fogos que mobilizava grande número de meios era o de Góis, no distrito de Coimbra, num total de 694 homens, 238 viaturas e seis meios aéreos.
O município de Góis faz fronteira com Pedrógão Grande e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e com o concelho da Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, para onde as chamas progrediram, após deflagrarem no sábado, em Fonte Limpa.
Também em Estarreja, no concelho de Aveiro, estava em curso um fogo numa zona de mato, combatido por 11 operacionais, dois carros e um meio aéreo.
Os outros dois meios aéreos estavam a ser utilizados para combater as chamas em Penela, no distrito de Coimbra, local para onde também foram alocados 155 homens e 49 veículos. Aqui, o incêndio está em resolução.

AYMN (FYM) // JLG

Lusa/Fim


NewsSubjects:- Sociedade - Incêndios

20170620T094143

  • Desde 2005 morreram 72 bombeiros mas ninguém sabe quantos ficaram feridos
    2:02

    Reportagem Especial

    "Vidas de Fogo" é a Reportagem Especial desta noite, sobre os bombeiros feridos em combate a incêndios florestais. Este ano, durante o período mais crítico dos fogos, vão estar no terreno quase 10.000 operacionais. Grande parte são bombeiros voluntários. Vamos contar cinco casos de bombeiros feridos em combate e tentar saber como se recupera de um acidente, como se vive depois de queimado e como se lida com a morte de colegas durante um fogo.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.