sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Gasolineira Prio oferece combustível aos bombeiros

PAULO NOVAIS/ LUSA

A gasolineira Prio anunciou ontem a doação de "quatro mil litros de combustível" aos bombeiros que estão a combater o incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande e que alastrou aos concelhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera.

De acordo com a gasolineira, a ajuda solidária está a ser feita desde domingo, a partir dos postos de abastecimento da Prio de Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria, e de Oleiros, no distrito de Castelo Branco, que "por estarem muito próximos das frentes de incêndio ativas têm permitido abastecer com eficácia as diversas equipas de mais de 2.000 bombeiros que estão na região a combater este flagelo".

"Sentimos desde o primeiro momento que não podíamos ficar indiferentes num momento em que o Centro do país, região que viu a Prio nascer, passa por momentos tão dramáticos", afirmou o membro da comissão executiva da PrioEnergy Ricardo Coimbra.

Com Lusa

  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23

    País

    A Proteção Civil emitiu um alerta para o tempo frio e seco e pede cuidados redobrados. As temperaturas já começaram a descer, com regiões a registarem valores negativos. No interior, podem chegar aos 5 graus negativos. Até ao Natal o tempo vai manter-se frio, seco e com ausência de chuva.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01
  • Marcelo evita "ideia de que o ano foi todo muito bom"
    3:14

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa disse esta sexta-feira que 2017 teve "o melhor e o pior" e que "é preciso evitar a "ideia que o ano foi todo muito bom". O Presidente da República fez estas declarações depois de António Costa ter dito que a nível económico este "foi um ano particularmente saboroso".