sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Número de fogos duplica e mobiliza mais de 2.400 operacionais e 20 meios aéreos

Miguel A. Lopes

O número de incêndios a lavrar em Portugal duplicou hoje no período de duas horas e meia, aumentando de 12 fogos às 9:30 para 24 às 12:15 e estão a ser combatidos por 2.467 operacionais, segundo a Proteção Civil.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), dos 24 incêndios, seis encontram-se em curso (incêndio em evolução sem limitação de área), quatro em resolução (incêndio sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido) e 14 em conclusão (incêndio extinto, com pequenos focos de combustão dentro do perímetro do incêndio).

Os 24 fogos mobilizam 2.467 operacionais, 808 veículos e 20 meios aéreos, segundo os dados da Proteção Civil.

O incêndio que envolve mais meios no terreno continua a ser o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde de sábado e que se mantém em curso, encontrando-se a ser combatido por 1.223 operacionais, apoiados por 410 veículos e nove meios aéreos. O fogo em Pedrógão Grande já provocou 64 mortos e mais de 150 feridos.

O incêndio começou na localidade de Escalos Fundeiros e alastrou depois a Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria. Desde então, as chamas chegaram aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra.

Este incêndio já consumiu cerca de 26.000 hectares de floresta, de acordo com dados do Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais.

Outro dos principais incêndios a lavrar em Portugal é o fogo em Góis, no distrito de Coimbra, que deflagrou pelas 15:00 de sábado e que se mantém em curso, mobilizando 661 bombeiros, 228 viaturas e cinco meios aéreos.

Ainda no distrito de Coimbra, encontra-se em fase de resolução o incêndio de Penela, segundo a informação da Proteção Civil, indicando que o combate às chamas que lavram desde as 21:15 de sábado envolve 161 bombeiros, 51 viaturas e dois meios aéreos.

Além destes três grandes incêndios nos distritos de Leiria e de Coimbra, existem 21 fogos de menor dimensão a ser combatidos em Portugal, localizados no distrito de Beja (1), Bragança (1), Castelo Branco (2), Coimbra (1), Leiria (2), Lisboa (2), Portalegre (1), Porto (4), Santarém (3), Vila Real (2) e Viseu (2).

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35