sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Presidente chinês envia mensagem de condolências a Marcelo Rebelo de Sousa

POOL New

O Presidente chinês, Xi Jinping, enviou uma mensagem ao homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, endereçando condolências pelo incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande, fazendo 64 mortos, informa hoje a agência noticiosa oficial Xinhua.

Na mensagem, o líder chinês diz ter ficado "chocado" ao saber que o incêndio em Portugal causou grande número de vítimas e prejuízos materiais, detalha a Xinhua.

Xi Jinping "endereçou sentidas condolências e um sincero pesar às vítimas e seus familiares, em nome do Governo e do povo chinês e dele próprio", acrescenta.

O também secretário-geral do Partido Comunista da China disse acreditar que os portugueses vão ultrapassar o desastre e reconstruir a sua terra natal, sob a liderança do Presidente e Governo de Portugal.

O fogo, que deflagrou às 13:43 de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e entrou também no distrito de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã.

O último balanço oficial dá conta de 64 mortos e 135 feridos.

Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

Além de Pedrógão Grande, existem quatro grandes fogos a lavrar nos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco.

Em todo o País, os fogos mobilizam um total de cerca de 2.155 operacionais, 666 veículos e 21 meios aéreos.

Com Lusa

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.