sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Continuam hospitalizados 19 feridos dos incêndios em Pedrógão, quatro são bombeiros

Miguel Vidal

Os feridos que continuam hospitalizados na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande são 19, sendo quatro deles bombeiros, de acordo com dados divulgados esta quinta-feira à agência Lusa por fonte governamental.

O incêndio que deflagrou a 17 de junho em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 250 feridos.

De acordo com os dados recolhidos esta quinta-feira de manhã pela Administração Regional de Saúde do Centro e facultados pelo Governo à agência Lusa, continuam hospitalizados 19 feridos, quatro dos quais bombeiros.

Na quarta-feira, o PSD exigiu ao Governo que disponibilize informação atualizada sobre o estado de saúde dos bombeiros internados e o número atual de feridos que permanecem hospitalizados na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande.

Em declarações à agência Lusa, a deputada do PSD Teresa Morais explicou que o partido entregou esta quarta-feira no parlamento uma pergunta que se destina à ministra da Administração Interna e ao ministro da Saúde porque é "inaceitável que o Governo não preste regularmente informação ao país de modo atualizado".

Na segunda-feira, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Castanheira de Pera, José Domingues, disse à agência Lusa que dois voluntários da corporação, pai e filho, continuam internados no Hospital de Santa Maria (Lisboa), sendo que o operacional mais novo poderá sair do coma induzido se não houver nada em contrário. O estado de saúde do outro operacional evolui favoravelmente.

José Domingues adiantou ainda que o quadro clínico do operacional internado no Hospital de São João (Porto) é estacionário: "Não há alterações significativas".

Já em relação à operacional internada em Coimbra, e que foi submetida recentemente a uma intervenção cirúrgica, continua a evoluir favoravelmente.

No briefing do Conselho de Ministros desta quinta-feira, questionada pela agência Lusa sobre o número de feridos que atualmente ainda estão internados e o estado de saúde dos bombeiros hospitalizados, a ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, explicou então não ter esse número disponível, mas comprometeu-se a "recolhê-lo e fazê-lo chegar tão breve quanto possível".

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.