Tragédia em Pedrógão Grande

Eurodeputados portugueses e espanhóis pedem mais ajuda da UE contra os fogos

Eurodeputados portugueses e espanhóis pedem mais ajuda da UE contra os fogos

O Comissário Europeu para a gestão de crise defende que é preciso apostar na prevenção dos fogos florestais. Num debate no Parlamento Europeu, Christos Stylianides elogiou ainda o trabalho dos bombeiros portugueses. Os eurodeputados pediram mais ajuda e ação a Bruxelas.

O comissário europeu responsável pela Ajuda Humanitária e Gestão de Crises afirmou-se "orgulhoso" da solidariedade demonstrada pela União Europeia por ocasião do trágico incêndio no centro de Portugal, mas sublinhou que deve ser privilegiada a prevenção.

"Como os recentes eventos trágicos mostraram, a prevenção é sempre melhor" e Portugal também tem beneficiado de fundos comunitários para esse fim, comentou Christos Stylianides, durante um debate ontem à noite no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, sobre os incêndios florestais em Portugal e Espanha, e sobre os instrumentos de resposta da UE a estas catástrofes e os mecanismos de prevenção e de proteção civil.

Expressando mais uma vez as condolências às famílias e amigos próximos das vítimas do incêndio de junho em Pedrógão Grande, o comissário europeu fez também questão de "prestar tributo, uma e outra vez, ao bravos bombeiros" que combateram os fogos e afirmou-se satisfeito com a pronta resposta da União Europeia ao pedido de ajuda de Portugal.

"A Europa é solidariedade e estou orgulhoso por a UE ter podido ajudar Portugal numa altura de grande necessidade", disse, recordando que, assim que as autoridades portuguesas ativaram o mecanismo de proteção civil da União, a 18 de junho, "a UE respondeu rapidamente e substancialmente", com "Espanha, França e Itália a disponibilizarem meios numa questão de horas".

Depois de fazer uma análise exaustiva dos meios colocados à disposição de Portugal -- através de um mecanismo no quadro do qual, recordou, a Comissão depende da disponibilidade dos Estados-membros, pois não tem meios próprios -, o comissário Stylianides sublinhou então a necessidade de investir mais na avaliação e gestão de riscos de desastres e na prevenção.

"É bom ter um melhor entendimento dos riscos", declarou.

No debate intervieram diversos eurodeputados portugueses, que pediram à UE celeridade na disponibilização da ajuda às famílias das vítimas e aos trabalhadores e empresas também afetados pelos fogos florestais.

Na passada segunda-feira, o Governo indicou que vai apresentar em breve uma candidatura ao fundo de solidariedade da União Europeia, que pode representar uma ajuda adicional de cerca de 11 milhões de euros.

Com Lusa

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46

    Reportagem Especial

    Tem mais de 90 nacionalidades diferentes. Os censos de 2011 da freguesia de Arroios, em Lisboa, registavam 4.500 estrangeiros mas nos últimos anos o número terá duplicado. É a freguesia mais multicultural do país, onde a diferença é a principal riqueza.

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.