sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Rede SIRESP registou problemas nas comunicações na zona de Pedrógão

MIGUEL A. LOPES

A rede SIRESP registou "dificuldades de comunicações", sobretudo na zona de Pedrógão Grande, devido a uma falha na rede fibra ótica, mas nenhuma das 16 estações ficou fora de serviço, refere o Governo numa resposta enviada ao CDS/PP.

À questão colocada pela presidente do CDS/PP, Assunção Cristas, se houve falhas no sistema de comunicações SIRESP no incêndio que deflagrou a 17 de junho em Pedrogão Grande, o Governo explicou que "nenhuma das 16 estações ficou inoperacional ou fora de serviço, isto é, todas as estações estiveram em permanente funcionamento, ainda que algumas em modo limitado/local".

Contudo, adianta o Governo, a destruição de troços de fibra ótica que asseguram a interligação das estações base ao resto da rede fez com que cinco das 16 estações base entrassem em modo local, tendo, a partir desse momento, a comunicação ficado limitada aos utilizadores registados em cada estação.

Devido a uma falha na rede fibra ótica que interliga as estações base foram registadas pelos utilizadores "dificuldades de comunicação", sobretudo na zona de Pedrogão Grande, onde estava instalado o Posto de Comando das Operações (PCO), refere o documento.

O Governo explica que as quebras na fibra ótica levaram à utilização de comunicações redundantes, tais como, a Rede Operacional de Bombeiros, a Rede Estratégica da Proteção Civil e as redes móveis, que asseguraram as comunicações entre operacionais, mas com limitações.

No capítulo dedicado ao Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança em Portugal, é referido que a Estação Móvel foi solicitada à Entidade Gestora do SIRESP às 21:15 horas no primeiro dia do incêndio, tendo a mesma chegado ao local às 06:26 horas do dia seguinte, e entrado em funcionamento às 09:32 do dia 18.

O incêndio que deflagrou em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, matou 64 pessoas e feriu mais de 200.

Este fogo, juntamente com outro que deflagrou no mesmo dia em Góis, que alastrou a Arganil e Pampilhosa, terão afetado aproximadamente 500 habitações, 169 de primeira habitação, 205 de segunda e 117 já devolutas.

Quase 50 empresas foram também afetadas, assim como os empregos de 372 pessoas.

Lusa

  • Sporting quase nos oitavos da Liga Europa

    Desporto

    O Sporting procura hoje alcançar o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, na receção aos cazaques do Astana, em contraponto com o Sporting de Braga, que enfrenta uma árdua tarefa frente ao Marselha. O jogo Sporting-Astana tem transmissão em direto na SIC, online e mobile às 18:00.

    Aqui às 18:00

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Hospital abandonado com equipamentos dentro em Vila Franca de Xira 
    4:41

    País

    O antigo Hospital de Vila Franca de Xira, encerrado há quase cinco anos, está ao abandono ainda com parte do material de saúde, como máquinas, camas, cadeiras ou macas. A SIC teve acesso a várias imagens que mostram o estado em que os equipamentos se encontram, bem como sinais de vandalismo e de assaltos.

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC