sicnot

Perfil

Tragédia no Tejo

Tragédia no Tejo

Tragédia no Tejo

Buscas para encontrar criança desaparecida no Tejo suspensas até amanhã

As buscas para encontrar a criança de quatro anos desaparecida desde segunda-feira após ter caído ao rio Tejo, junto à praia de Caxias, Oeiras, foram suspensas às 18:15 desta quarta-feira e serão retomadas às 7:30 de amanhã.

Pedro Nunes / Lusa

De acordo com o comandante Malaquias Domingues, da Capitania de Lisboa, o mau tempo não permite que as operações de salvamento continuem por hoje.

"Hoje terminámos mais cedo porque a chuva continua muito forte e retirou muito da luz do dia. Já estamos com muito pouca luz e por isso há pouca produtividade".

Tal como hoje, as buscas serão retomadas na quinta-feira às 7:30, naquele que poderá ser o último dia de operações.

"Teremos os mesmos meios de hoje: três embarcações, em toda a zona de interesse, duas equipas de mergulhadores e agentes da Polícia Marítima em terra", acrescentou Malaquias Domingues.

Uma criança de 19 meses morreu e outra de quatro anos está desaparecida desde segunda-feira à noite na praia de Caxias. O alerta foi dado por uma testemunha que viu uma mulher sair da água, em pânico e em avançado estado de hipotermia e a afirmar que as suas duas filhas estavam dentro de água.

A criança de 19 meses foi resgatada e alvo de tentativa de reanimação, mas sem sucesso.

A mãe das crianças, de 37 anos, foi transferida para o Hospital Santa Maria, em Lisboa, e hoje foi detida pela Polícia Judiciária, por suspeita de duplo homicídio, sendo presente, à tarde, a interrogatório judicial no Tribunal de Cascais.

Ainda não são conhecidas as medidas de coação.

Fonte da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco da Amadora adiantou que a família estava sinalizada e que a mulher já tinha apresentado queixa em novembro na polícia por violência doméstica e suspeita de abusos sobre as meninas por parte do pai.

Lusa

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.