sicnot

Perfil

TSU/PEC

Relações da esquerda continuam boas, garante Costa

MIGUEL A. LOPES/LUSA

António Costa classifica como "bom" o estado das relações políticas entre o Governo e os partidos que o suportam no Parlamento, apesar das divergências sobre a descida da Taxa Social Única. A garantia foi deixada a reunião da Comissão Política Nacional do PS, ontem à noite.

De acordo com fontes socialistas citadas pela Lusa, esta opinião foi transmitida por António Costa, após uma pergunta formulada pelo dirigente da UGT José Abraão, que considerou "estranha" a contestação "dura" que está a ser feita pelo PCP, Verdes e Bloco de Esquerda ao acordo de concertação social celebrado pelo Governo.

Em causa está a medida que concede aos empregadores uma descida da TSU em 1,25% como compensação a um aumento do salário mínimo para os 557 euros.

José Abraão quis saber qual o real estado atual das relações entre Governo, PCP, Bloco de Esquerda e PEV, mas, segundo as mesmas fontes, António Costa afastou totalmente qualquer cenário de crise e definiu como globalmente bom o relacionamento com essas forças políticas.

Ana Catarina Mendes desdramatiza

Perante os jornalistas, no final da reunião da Comissão Política Nacional do PS, na mesma linha de António Costa, a secretária-geral adjunta dos socialistas, Ana Catarina Mendes, também procurou desdramatizar a posição assumida pelo Bloco de Esquerda, PCP e PEV em relação à descida da TSU.

"O Bloco de Esquerda, o PCP e o PEV sempre disseram que estavam contra a descida da TSU. Os partidos que apoiam o Governo do PS sempre disseram quais eram as suas convergências e as suas divergências", alegou a número dois da direção dos socialistas. Por isso, acrescentou Ana Catarina Mendes, na questão da TSU, "sempre foi conhecida essa divergência".

"Não façamos disto um caso. Quem mudou de posição não foi o PS, não foi o PCP ou o Bloco de Esquerda. Quem mudou de posição foi Pedro Passos Coelho e o PSD", acusou Ana Catarina Mendes.

Com Lusa

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.