sicnot

Perfil

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Ucrânia aprova aumento das Forças Armadas para 250 mil tropas

O parlamento da Ucrânia aprovou hoje a ampliação das Forças Armadas para 250 mil homens, um aumento correspondente a 30 por cento, a semanas de se assinalar um ano de conflito armado no leste do país.

(Reuters/Arquivo)

A proposta de lei foi aprovada por 270 dos 423 deputados da Rada Suprema.

Em meados de janeiro, durante a ofensiva lançada pelos separatistas pró-russos contra o aeroporto de Donetsk (leste), as autoridades ucranianas anunciaram a mobilização de 50 mil homens.

A maioria dos novos militares será enviada para zonas vizinhas de Donetsk e Lugansk, onde os separatistas controlam menos de metade do território, para render as tropas que combatem os milicianos desde maio.

O conflito armado, iniciado em abril de 2014, já fez mais de mil mortos entre as forças governamentais.

Desde então, o governo de Kiev reinstaurou o serviço militar obrigatório e a mobilização parcial dos reservistas.



Lusa

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.