sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Grávida que viajou da Colômbia para Espanha infetada pelo vírus Zika

Uma grávida a viver em Espanha viajou para a Colômbia de onde regressou infetada pelo vírus Zika, anunciou hoje o Ministério da Saúde espanhol. Este é o primeiro caso conhecido na Europa de uma grávida infetada.

 Reuters (Arquivo)

Reuters (Arquivo)

© Kim Kyung Hoon / Reuters

A doente, diagnosticada na Catalunha, "é uma mulher grávida que apresentou os sintomas depois de ter viajada para a Colômbia", indicou o Ministério em comunicado, acrescentando que a mulher foi integrada numa lista de sete casos "importados" para Espanha, ou seja, de pessoas que contraíram o vírus após terem viajado para zonas de risco.

Segundo o Departamento de Saúde do executivo regional (Generalitat) da Catalunha, a mulher está a receber assistência, mas não está hospitalizada.

Os sintomas e sinais clínicos da infeção, transmitida aos seres humanos por picada de mosquitos infetados, são muito parecidos com os da gripe, com o doente a registar febre, erupções cutâneas, dores nas articulações, conjuntivite, dores de cabeça e musculares.

Geralmente, os sintomas começam a desaparecer quatro ou cinco dias depois. O período normal de incubação varia entre três a 12 dias.

No caso de mulheres grávidas, o vírus está associado a complicações neurológicas e malformações em fetos, nomeadamente a casos de microcefalia.

Na segunda-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que o recente aumento de casos de microcefalia e de desordens neurológicas na América Latina constitui uma emergência de saúde pública de alcance internacional, adiantando na mesma altura que existe uma forte suspeita de que o aumento daqueles casos seja causado pelo vírus Zika.

A microcefalia é um distúrbio de desenvolvimento fetal que resulta num perímetro do crânio infantil mais baixo do que o normal, com consequências no desenvolvimento do bebé.

A OMS confirmou que até à data foram detetados casos do vírus em 25 países e territórios das Américas.

Segundo a agência das Nações Unidas, a doença está a propagar-se "de forma explosiva" pelo continente americano, com três a quatro milhões de casos esperados este ano, dos quais 1,5 milhões no Brasil, o país mais afetado.

O Departamento de Saúde do executivo regional da Catalunha indicou que até ao momento naquela região foram diagnosticados seis casos positivos e notificados 10 casos suspeitos, todas pessoas que viajaram recentemente para países da América do Sul.

  • Guia (não alarmista) sobre o vírus Zika

    Vírus Zika

    O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o vírus Zika, já presente em 25 países da América Latina, África e Ásia, como uma emergência de saúde pública de importância internacional. Alertou que a epidemia poderá afetar entre três a quatro milhões de pessoas no continente americano. O Brasil e a Colômbia são os países onde se registam mais casos de infetados.

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC