sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Zika faz disparar em 50% venda de repelentes no Brasil

A epidemia do dengue e do Zika aumentou consideravelmente as vendas de repelentes no Brasil, o país mais afetado por estas doenças tropicais transmitidas pelo mosquito 'Aedes Aegypti'.

Sem haver vacina, a aplicação dos repelentes contra o mosquito é uma das formas de proteção contra o vírus, que é transmitido aos seres humanos pela picada de mosquitos infetados.

Sem haver vacina, a aplicação dos repelentes contra o mosquito é uma das formas de proteção contra o vírus, que é transmitido aos seres humanos pela picada de mosquitos infetados.

© Paulo Whitaker / Reuters

Segundo o diário O Globo, o volume de vendas destes produtos no Brasil aumentou 50% em 2015, ano em que os casos de Dengue e do Zika dispararam, fazendo do país o quarto maior mercado, depois dos Estados Unidos, Canadá e Argentina.

As vendas subiram de 145,4 milhões de reais (aproximadamente 36 milhões de euros) para 217,4 milhões de reais (cerca de 54 milhões de euros), o valor mais alto na história do setor, segundo a Nielsen, que estima que, em 2016, se mantenha o mesmo ritmo de crescimento.

Sem haver vacina, a aplicação dos repelentes contra o mosquito é uma das formas de proteção contra o vírus, que é transmitido aos seres humanos pela picada de mosquitos infetados.

Este aumento das vendas apanhou os fabricantes de repelentes de surpresa, o que obrigou a contratar mais trabalhadores para laborar ininterruptamente e também à importação destes produtos, adianta a publicação.

No total, foram vendidos 14,7 milhões de repelentes em 2015, contra 11,1 milhões no ano anterior, o que representa um aumento de 32,5%, ainda que a utilização não seja ainda um hábito da maioria dos brasileiros.

O Brasil é o país mais afetado pela epidemia, com 1,5 milhões de pessoas infetadas com Zika em 2015.

Em 80% dos casos, os sintomas são ligeiros: síndrome febril, de curta duração e que se resolve em quatro a sete dias sem complicações graves. Pode ocorrer ainda exantema com manchas, conjuntivite ou dor de cabeça.

É especialmente perigosa para mulheres grávidas, associado a casos de microcefalia em crianças cujas mães foram infetadas durante a gravidez, mas também para um aumento dos casos de síndrome de Guillain-Barré (uma doença neurológica).

A dengue, também transmitida pelo mosquito 'Aedes Aegypti', fez 863 mortes em 2015 no Brasil, de acordo com informação do Governo.

Lusa

  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, fez 100 dias este sábado. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52