sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Agência Europeia do Medicamento cria grupo de peritos sobre o Zika

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou hoje a constituição de um grupo de peritos sobre o Zika para acelerar o desenvolvimento de tratamentos ou vacinas contra o vírus que está na origem de uma epidemia na América Latina.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

© Mariana Bazo / Reuters

"Não existe atualmente qualquer vacina ou tratamento, capazes de proteger ou tratar a infeção pelo vírus Zika, aprovados (pelas autoridades sanitárias) ou em fase de ensaios clínicos", sublinhou a agência europeia em comunicado.

A EMA disse ter decidido criar um grupo de peritos depois da Organização Mundial de Saúde (OMS) ter qualificado, a 01 de fevereiro, a epidemia como "emergência de saúde pública de alcance mundial".

O objetivo deste grupo é possibilitar a investigação de medicamentos contra o Zika, através de pareceres sobre as questões científicas e regulamentares.

A EMA vai contactar as sociedades farmacêuticas que já começaram a trabalhar em tratamentos ou vacinas e rever todos os novos dados sobre o vírus para permitir uma reação rápida à crise de saúde pública.

Transmitido pela picada de mosquitos do género 'Aedes', as autoridades sanitárias suspeitam que o Zika seja a causa de numerosos casos de deformações congénitas em bebés cujas mães foram contaminadas durante a gravidez.

O Brasil é atualmente o país mais atingido no mundo pela epidemia de Zika, com 1,5 milhões de doentes, seguindo-se a Colômbia (22.600 casos).

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57