sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

DGS aconselha uso de preservativo como medida preventiva do Zika

A Direção-Geral de Saúde (DGS) acrescentou às medidas de prevenção contra o vírus Zika a utilização de preservativo em relações sexuais, durante seis meses no caso de homens infetados ou durante 28 dias caso não existam sintomas.

A Direção-Geral de Saúde aconselha a utilização de vestuário adequado para diminuir a exposição corporal à picada, o alojamento com ar condicionado, a utilização de redes mosquiteiras, a utilização de preservativo em relações sexuais e seguir as recomendações das autoridades locais do país.

A Direção-Geral de Saúde aconselha a utilização de vestuário adequado para diminuir a exposição corporal à picada, o alojamento com ar condicionado, a utilização de redes mosquiteiras, a utilização de preservativo em relações sexuais e seguir as recomendações das autoridades locais do país.

© Ina Fassbender / Reuters

"Os cidadãos que se deslocam para áreas afetadas devem adotar medidas de proteção sexual, nomeadamente o uso do preservativo", lê-se numa atualização do boletim de orientação da DGS para o vírus Zika, originalmente divulgado a 15 de janeiro e atualizado na segunda-feira, que está disponível na página da internet daquela entidade.

No caso de um homem que regresse "de área afetada", caso este apresente sintomas deve, além de "realizar tratamento sintomático", "utilizar preservativo nas relações sexuais durante seis meses, à luz do princípio da precaução e segundo os conhecimentos atualizados". Caso não apresente sintomas, deve "utilizar preservativo nas relações sexuais durante 28 dias".

Segundo a DGS, a principal medida de prevenção é "a proteção contra a picada de mosquito". Nomeadamente, "utilizar vestuário adequado para diminuir a exposição corporal à picada", "optar preferencialmente por alojamento com ar condicionado", "utilizar redes mosquiteiras", "ter especial atenção aos períodos do dia em que os mosquitos do género 'Aedes' picam mais frequentemente (a meio da manhã e desde o entardecer ao por do sol)", e "aplicar repelentes observando as instruções do fabricante".

Aos cidadãos que se desloquem aos países afetados com o vírus, como o Brasil e a Colômbia, a DGS aconselha: "antes do início da viagem devem procurar aconselhamento em Consulta do Viajante"; "as grávidas não devem deslocar-se, neste momento, para zonas afetadas"; "as pessoas imunocomprometidas ou com doenças crónicas graves devem obter aconselhamento junto do seu médico antes de planear uma viagem a uma área afetada"; "no país de destino seguir as recomendações das autoridades locais".

A DGS aconselha aos cidadãos "provenientes de uma área afetada" e que apresentem, "até 28 dias após a data de regresso, sintomatologia sugestiva de infeção por vírus Zika" que contactem a linha Saúde 24 (808 24 24 24).

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.