sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Recomendadas restrições nas doações de espermatozoides e ovócitos

As dádivas de espermatozoides de dadores regressados há menos de seis meses de países com epidemia de Zika e as dadoras de ovócitos que lá tenham estado há menos de 28 dias não devem ser aceites, segundo uma recomendação.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

© Mariana Bazo / Reuters

Esta orientação do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA) levou em conta que "a transmissão do vírus Zika por via sexual é uma possibilidade", embora ressalve que "não existe qualquer informação sobre consequências desta infeção no âmbito das técnicas de Procriação Medicamente Assistida (PMA)".

"Ao abrigo da precaução e também com o objetivo de minimizar/eliminar os potenciais riscos de contaminação para quem trabalha no setor laboratorial destas unidades de saúde", o CNPMA recomendou aos centros onde estas técnicas são aplicadas um conjunto de medidas.

Os centros não devem aceitar "dádivas de dadores terceiros de espermatozoides que tenham regressado de países em que a infeção por vírus Zika tenha expressão epidémica há menos de seis meses".

Também as dádivas de dadoras terceiras de ovócitos que tenham regressado desses países há menos de 28 dias não devem ser aceites, prossegue a recomendação, a que a Lusa teve acesso.

Em relação aos tratamentos realizados com gâmetas de casais em que pelo menos um dos parceiros tenha visitado um dos países em causa, mesmo que nenhum tenha manifestado sintomas de doença pelo vírus Zika, o CNPMA recomenda aos centros que "exerçam o grau de precaução que achem adequado a cada situação em concreto", recordando que a Direção Geral da Saúde (DGS) recomenda para homens assintomáticos a utilização de preservativo nas relações sexuais durante 28 dias.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, no passado dia 01 de fevereiro, uma emergência de saúde internacional devido à possível relação entre os casos de microcefalia em recém-nascidos registados no Brasil com o vírus Zika, apesar de declarar que esta ligação ainda não foi provada cientificamente.

O Brasil é o país mais atingido no mundo pela epidemia de Zika - transmitido por picada de mosquito -, com 1,5 milhões de doentes e três mortes confirmadas, seguindo-se a Colômbia (22.600 casos).

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.