sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Organização Mundial de Saúde disponibliza 50 milhões para combater o Zika

A Organização Mundial de Saúde lançou um plano global para orientar a resposta internacional à propagação do vírus Zika e as malformações neonatais associadas a ele no valor de 50 milhões de euros.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

Ensaio clínico na tentativa de encontrar uma vacina ou tratamento para a epidemia que está a afectar principalmente a América Latina.

© Mariana Bazo / Reuters

Em nota publicada no seu site, a Organização Munisla de Saúde informa que os recursos serão gastos num plano que fará a mobilização e coordenação de parceiros e especialistas para ajudar os países a melhorarem a vigilância do vírus Zika e dos distúrbios que podem a ele estar ligados.

O plano, denominado Quadro de Resposta Estratégica e Plano de Operações Conjuntas, vai destinar 22,4 milhões de euros à Organização Pan-Americana de Saúde e outros 27,8 milhões de euros para o trabalho de parceiros.

A organização frisou que os recursos sairão de um fundo de contingência de emergência recentemente criado para financiar as suas operações iniciais.

Além disso, a Organização Mundial de Saúde vai emitir informações regulares e orientações sobre as condições congénitas e neurológicas associadas ao Zika, e também sobre questões de segurança para viajantes.

No início do mês, a organização declarou que os casos crescentes de microcefalia associados ao surto do Zika vírus nas Américas é uma emergência de saúde pública de importância internacional.

A Organização Mundial de Saúde prevê uma propagação «explosiva» do Zika no continente americano, com entre três e quatro milhões de casos este ano. No Brasil, há já 1,5 milhões de casos registados.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41