sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Brasil registou mais de 91 mil casos de Zika em 2016

O Brasil registou 91.387 casos prováveis de Zika em 2016, segundo informações divulgadas hoje pelo Ministério da Saúde.

© Ricardo Moraes / Reuters

É a primeira vez que a tutela divulga um levantamento sobre as notificações de zika vírus desde que epidemia foi detetada.

Os dados do boletim epidemiológico mostram que a epidemia teve uma taxa de incidência de 44,7 casos por 100 mil habitantes até o dia 2 de abril. Estas notificações foram registadas em 1.359 municípios.

Já houve a confirmação laboratorial de três mortes causadas pela infeção do vírus Zika no país.

Esta doença, assim como a dengue e a febre chikungunya, é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

A infeção por zika, apesar de apresentar sintomas leves na maioria das pessoas, tem causado grande preocupação porque foi associada ao aumento do número de nascimentos de crianças microcefalia (grave deformação neurológica).

Cerca de 7.584 mulheres grávidas podem ter contraído a doença, mas apenas 2.844 foram confirmados em exames laboratoriais.

O Brasil confirmou 7.150 notificações de microcefalia provavelmente relacionadas ao vírus entre outubro do ano passado e abril de 2016.

O Ministério da Saúde também informou que o país teve 802.249 casos prováveis de dengue em 2016, dado que mostra um crescimento de 13% (97 mil casos) em relação ao mesmo período de 2015.

As notificações de casos de chikungunya também cresceram muito em 2016. Foram notificados 39.017 casos de chikungunya nos quatro primeiros meses deste ano ante os 38.332 casos registados nos doze meses de 2015.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.