sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Programa de combate ao vírus Zika tem apenas 13% do financiamento esperado

O programa da Organização Mundial da Saúde (OMS) que luta contra a epidemia do vírus Zika tem 13% do financiamento total esperado, o que compromete os esforços para travar a sua propagação, alertou hoje a organização.

Arquivo

Arquivo

© Ivan Alvarado / Reuters

No entanto, esta falta de financiamento não terá um grande impacto nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, disse à agência de notícias francesa AFP o porta-voz da OMS, Nyka Alexander.

A agência da ONU rejeitou, na semana passada, o apelo lançado por 150 médicos do mundo para uma mudança da data e do local dos próximos Jogos Olímpicos, já que o Brasil é o país mais afetado pelo surto de Zika.

A OMS referiu que os Jogos não mudariam radicalmente o risco de propagação do vírus no mundo, mas incentivou os atletas e turistas para tomarem precauções extras para protegerem-se dos mosquitos que são vetores da doença.

A organização tem aconselhado as mulheres grávidas ou que planeiam ter um bebé que evitem viagens ao Brasil.

O vírus pode causar microcefalia (malformação do crânio e desenvolvimento incompleto do cérebro) e doenças neurológicas em adultos, incluindo a síndroma de Guillain-Barré.

A OMS fornece orientação técnica do Ministério da Saúde brasileiro para fazer face à crise do Zika, que contaminou um milhão e meio de pessoas no Brasil desde 2015, referiu Nyka Alexander.

"A implementação das orientações da OMS é garantida por outras fontes de financiamento, incluindo o Governo brasileiro" e, portanto, os problemas de orçamento inerentes à ONU só terão um impacto limitado durante os Jogos Olímpicos", disse.

O orçamento do programa do Zika foi avaliado em 15,9 milhões de euros.

"Dito isto, é evidente que a capacidade da OMS para apoiar sessenta países atualmente afetados por vírus Zika - e aqueles que estão a preparar-se para passar por novos surtos - continuará a ser seriamente comprometida se nós e os outros parceiros de saúde não formos financiados de forma adequada", acrescentou a porta-voz.

Os principais focos da epidemia do Zika estão na América do Sul. O plano regional contra o vírus, avaliado em 7,3 milhões de euros pela Organização Pan-Americana da Saúde, no momento é financiado em cerca de 20% do esperado, segundo um relatório da OMS.

No Brasil, mais de 1.300 bebés nasceram com microcefalia ou outras alterações do sistema nervoso. Cinquenta e nove já tiveram a sua morte relacionada com essas malformações, num total de mais de 270 casos de mortes suspeitas.

Lusa