sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Programa de combate ao vírus Zika tem apenas 13% do financiamento esperado

O programa da Organização Mundial da Saúde (OMS) que luta contra a epidemia do vírus Zika tem 13% do financiamento total esperado, o que compromete os esforços para travar a sua propagação, alertou hoje a organização.

Arquivo

Arquivo

© Ivan Alvarado / Reuters

No entanto, esta falta de financiamento não terá um grande impacto nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, disse à agência de notícias francesa AFP o porta-voz da OMS, Nyka Alexander.

A agência da ONU rejeitou, na semana passada, o apelo lançado por 150 médicos do mundo para uma mudança da data e do local dos próximos Jogos Olímpicos, já que o Brasil é o país mais afetado pelo surto de Zika.

A OMS referiu que os Jogos não mudariam radicalmente o risco de propagação do vírus no mundo, mas incentivou os atletas e turistas para tomarem precauções extras para protegerem-se dos mosquitos que são vetores da doença.

A organização tem aconselhado as mulheres grávidas ou que planeiam ter um bebé que evitem viagens ao Brasil.

O vírus pode causar microcefalia (malformação do crânio e desenvolvimento incompleto do cérebro) e doenças neurológicas em adultos, incluindo a síndroma de Guillain-Barré.

A OMS fornece orientação técnica do Ministério da Saúde brasileiro para fazer face à crise do Zika, que contaminou um milhão e meio de pessoas no Brasil desde 2015, referiu Nyka Alexander.

"A implementação das orientações da OMS é garantida por outras fontes de financiamento, incluindo o Governo brasileiro" e, portanto, os problemas de orçamento inerentes à ONU só terão um impacto limitado durante os Jogos Olímpicos", disse.

O orçamento do programa do Zika foi avaliado em 15,9 milhões de euros.

"Dito isto, é evidente que a capacidade da OMS para apoiar sessenta países atualmente afetados por vírus Zika - e aqueles que estão a preparar-se para passar por novos surtos - continuará a ser seriamente comprometida se nós e os outros parceiros de saúde não formos financiados de forma adequada", acrescentou a porta-voz.

Os principais focos da epidemia do Zika estão na América do Sul. O plano regional contra o vírus, avaliado em 7,3 milhões de euros pela Organização Pan-Americana da Saúde, no momento é financiado em cerca de 20% do esperado, segundo um relatório da OMS.

No Brasil, mais de 1.300 bebés nasceram com microcefalia ou outras alterações do sistema nervoso. Cinquenta e nove já tiveram a sua morte relacionada com essas malformações, num total de mais de 270 casos de mortes suspeitas.

Lusa

  • Aviação russa matou mais de 11 mil pessoas na Síria

    Mundo

    Pelo menos 11.612 pessoas morreram na Síria em resultado dos bombardeamentos da aviação russa, aliada do Governo de Damasco, iniciados em 30 de setembro de 2015, de acordo com dados publicados hoje pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

  • Mais de 500 casos de sarampo na Europa este ano, avisa OMS

    Mundo

    Mais de 500 casos de sarampo foram reportados só este ano na Europa, afetando pelo menos sete países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em Portugal, a OMS reconheceu oficialmente a eliminação do vírus do sarampo no verão do ano passado.