sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Brasil lança primeiro teste do vírus Zika que dá resultado em 20 minutos

A Secretaria de Saúde da Bahia apresentou hoje, em Salvador, o primeiro teste sorológico rápido do Brasil para deteção do vírus Zika, que dá o resultado em 20 minutos.

© Ina Fassbender / Reuters

A apresentação foi feita depois de o teste pioneiro, que substitui um procedimento que pode levar semanas, ter sido aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas-Boas, citado pela Agência Brasil, explicou que anteriormente o Zika era diagnosticado, em laboratório através do PRC [método que deteta a presença de carga genética do vírus], o que era demorado e muito caro.

A partir de agora, sublinhou, será possível "oferecer o diagnóstico em qualquer posto de saúde nos lugares mais distantes do país, e em apenas 20 minutos a população terá a resposta se tem ou teve Zika".

"Hoje existe uma quantidade de pessoas com sintomas que não têm o diagnóstico definitivo (...) A partir de agora, principalmente para as mulheres em idade gestacional, ter a informação se ela teve ou ainda não Zika é extremamente relevante para a decisão dela, em iniciar uma gestação", disse.

O teste sorológico rápido não identifica o vírus em si, mas a presença dos seus anticorpos, permitindo o diagnóstico em qualquer fase da doença.

O procedimento foi desenvolvido pela BahiaFarma, uma fundação ligada à secretaria de Saúde da Bahia, e por uma empresa coreana, ao longo dos últimos dez meses.

Com a autorização concedida pela Anvisa, o laboratório aguarda agora o pedido do Ministério da Saúde para iniciar o fabrico e a distribuição do teste por todo o país.

O Brasil, o país mais afetado pela atual epidemia de Zika, já registou mais milhão e meio de casos e mais de 1.400 bebés nasceram com microcefalia ou outras alterações do sistema nervoso potencialmente associados ao vírus.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.