sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Registada primeira morte devido ao Zika na parte continental dos EUA

As autoridades sanitárias norte-americanas anunciaram hoje o primeiro caso de morte em consequência de infeção pelo vírus Zika na zona continental dos Estados Unidos.

© Gary Cameron / Reuters

Os centros de controlo e prevenção federais de doenças indicaram, em comunicado, terem sido "informados pelas autoridades de saúde pública do Utah da morte de um residente que desenvolveu uma infeção provocada pelo vírus Zika depois de ter viajado para uma zona onde a transmissão do vírus é ativa".

"Os testes de laboratório efetuados no Utah deram positivo para o Zika, mas a causa exata da morte não foi determinada", lê-se ainda no comunicado.

Os centros não dão mais detalhes, apenas que é primeira morte registada no território continental dos Estados Unidos.

A 29 de abril, os centros de controlo deram conta de uma morte ligada ao Zika em Porto Rico, um território norte-americano, elevando para dois o número de mortos em consequência do vírus, que raramente é mortal.

Os centros precisam também que até quinta-feira nenhuma caso de infeção do Zika por transmissão por picada de mosquito foi detetado na parte continental do país, apenas nos seus territórios, principalmente Porto Rico.

Nos Estados Unidos foram registadas, até quarta-feira, 1.132 pessoas com infeção provocada pelo Zika, depois de viajarem para países onde a transmissão do vírus é ativa.

O vírus Zika representa uma série ameaça para as mulheres grávidas ou que pensem engravidar, porque pode provocar malformações cerebrais congénitas nos fetos.

Nos Estados Unidos foram detetados até 30 de junho 320 casos de mulheres grávidas infetadas com o Zika.

Até hoje, nasceram sete crianças nos Estados Unidos com malformações congénitas.

Lusa