sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Brasil confirma 1.709 casos de microcefalia devido ao vírus Zika

O Brasil contabiliza 1.709 casos de microcefalia em recém-nascidos no Brasil desde outubro do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde brasileiro.

© Nacho Doce / Reuters

De acordo com a tutela, 267 dos casos tiveram confirmação em laboratório para o vírus Zika, mas "esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus".

"A pasta (Ministério da Saúde) considera que houve infeção pelo Zika na maioria das mães que tiveram bebés com diagnóstico final de microcefalia", lê-se na nota governamental.

A região Nordeste tem a maior parte dos casos confirmados de microcefalia (1.466), sobretudo nos Estados de Pernambuco, Bahia e Paraíba.

De acordo com o mais recente boletim da tutela, com dados até 16 de julho, "outros 3.182 casos permanecem sob investigação".

Dos 8.571 casos notificados desde outubro do ano passado, "3.680 foram descartados por apresentarem exames normais, por apresentarem microcefalia ou malformações confirmadas por causa não infecciosas" ou por "não se enquadrarem na definição de caso".

Também foram registadas 354 mortes por suspeita de microcefalia ou outra alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gravidez.

O Brasil é um dos países mais afetados pelo vírus Zika e com mais casos de microcefalia associados ao vírus, embora a má-formação também possa estar relacionada com outros agentes infecciosos.

Lusa

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40