sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika encontrado ativo em sémen contaminado 93 dias após contágio

© Paulo Whitaker / Reuters

O vírus Zika foi encontrado ativo numa análise de sémen, 93 dias depois do início dos sintomas, segundo um novo relatório de especialistas em saúde de Toulouse, França.

O sémen infetado com o vírus pertence a um francês de 27 anos que, em março, sentiu sintomas da infeção contraída na Tailândia nos meses de outubro e novembro.

O caso foi reportado, esta semana, no jornal médico The Lancet.

O recorde anterior da sobrevivência do vírus em sémen foi de 62 dias ,depois do começo dos sintomas.

Este novo caso destaca que as pessoas que retornam a áreas onde o Zika não é endémico, como a Tailândia, podem também ser infetadas, segundo o relatório.

O vírus é transmitido através de picadas de mosquitos infetados, relações sexuais e através da placenta que atinge o feto.

A possibilidade da presença "prolongada" do vírus deve estar na mente das pessoas que planeiam ter filhos, refere o relatório.

O Zika encontra-se relacionado com a doença microcefalia - um encolhimento do cérebro e do crânio - em bebés e, em casos raros, pode potenciar problemas neurológicos fatais em adultos.

A existência do período de seis meses para monitorizar a sobrevivência do vírus em pessoas infetadas "deve ser expandido para pacientes que retornam de áreas não-epidémicas", escreveram os especialistas em saúde.

Lusa

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02