sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

Procurador-geral do Brasil defende direito ao aborto para grávida infetadas com Zika

O procurador-geral de Brasil, Rodrigo Janot, defendeu esta quinta-feira o direito das mulheres a abortar caso tenham contraído o vírus do Zika e perante a possibilidade de os bebés nascerem com microcefalia.

A posição da Procuradoria será analisada pelo Supremo Tribunal Federal, no âmbito de um processo que questiona a constitucionalidade das políticas adotadas pelo Governo brasileiro para responder aos casos das crianças nascidas com microcefalia.

A política pública prevê uma atenção especial e durante vários meses para bebés com malformação cerebral, mas não se pronuncia sobre o possível direito das mulheres a abortar em caso de ter contraído o vírus.

O executivo brasileiro declarou em novembro do ano passado emergência sanitária nacional devido à rápida propagação do Zika em todo o país, em particular pela relação direta e já comprovada entre as mulheres que contraem o vírus nos primeiros meses de gravidez e os casos de microcefalia.

Para Janot, a Associação Nacional de Defensores Públicos, autora do processo contra a constitucionalidade da política pública relativa aos menores com microcefalia, tem razão ao exigir que se respeite o direito das grávidas com Zika a abortar.

"A continuidade forçada da gravidez em caso de existir uma certeza da infeção por vírus do Zika representa, no atual contexto de desenvolvimento científico, um risco para a saúde psíquica da futura mãe", alegou o procurador, no seu parecer.

Segundo Janot, ao obrigá-la a manter a gravidez, nestes casos, a legislação viola o direito fundamental à saúde mental da futura mãe, assim como a garantia constitucional de "uma vida livre de tortura e prejuízos severos evitáveis".

O procurador acrescentou que o direito ao aborto neste tipo de casos pode ser enquadrado nas exceções já previstas por lei -- violação, risco para a saúde da mãe e anencefalia do feto.

Segundo Janot, por analogia, pode ser previsto o direito ao aborto em casos de Zika para proteger a mulher de desnecessários sofrimentos físicos e psíquicos futuros.

O parecer da Procuradoria alega ainda que "a autonomia reprodutiva, o direito à saúde e a integridade física e psíquica são direitos fundamentais das mulheres que são violados pela penalização do aborto" em casos de infeção pelo vírus.

De acordo com as mais recentes estatísticas do Ministério da Saúde brasileiro, desde outubro do ano passado e até 08 de julho passado, foram confirmados no Brasil 6.903 contágios de Zika em mulheres grávidas, registando-se 1.600 casos de bebés com microcefalia.

Segundo as autoridades, as mulheres que contraem o vírus nos primeiros meses de gravidez podem conceber bebés com microcefalia ou com malformações irreversíveis no cérebro, que podem estar associadas a problemas mentais, visuais e auditivos.

Lusa

  • Biológicos nas escolas e nos telemóveis

    País

    O Governo vai criar o Dia Nacional da Alimentação Biológica e uma estratégia que passa por distribuir produtos biológicos nas escolas e criar uma aplicação móvel para os portugueses poderem localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos, segundo a Estratégia Nacional que será hoje apresentada.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.