sicnot

Perfil

Vistos gold

Vistos gold

Vistos Gold

Miguel Macedo reafirma disponibilidade para ser ouvido no caso dos vistos gold

O ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, recusou hoje comentar a eventual constituição como arguido na investigação do caso dos vistos gold e reafirmou a disponibilidade para ser ouvido no âmbito do processo. 

 (Arquivo Lusa)

(Arquivo Lusa)

LUSA

"Eu não tenho mais nada a acrescentar em relação àquilo que disse e evidentemente reafirmo a disponibilidade para esclarecer aquilo que for entendido que deve ser esclarecido", afirmou o deputado do PSD aos jornalistas no parlamento.

 

O jornal Correio da Manhã avança hoje que o pedido de levantamento da imunidade já foi feito ao parlamento e que o social-democrata deverá ser constituído arguido no caso dos vistos gold para responder pelas suspeitas do crime de prevaricação de titular de cargo político.

 

Segundo o jornal, os indícios do envolvimento de Miguel Macedo baseiam-se em conversas escutadas onde o seu nome - em código, "cavalo branco" - é citado em pedidos para facilitar a entrega dos vistos a cidadãos chineses, ou em ofertas alegadamente dadas a cidadãos chineses na altura do Natal, que poderão ser encaradas como contrapartidas por serviços prestados.

 

O ex-governante é ainda visado no processo de facilitação da atribuição de vistos a cidadãos líbios que pretendiam fazer tratamentos médicos em hospitais privados portugueses.


Lusa

 

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19