sicnot

Perfil

Vistos gold

Vistos gold

Vistos Gold

Vistos gold atribuídos em outubro mais que triplicam face a setembro

O número de vistos gold atribuídos em outubro mais que triplicou (221%) em outubro, face a setembro, com a concessão de 119, num investimento de 41,6 milhões de euros, divulgou hoje o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

De acordo com os dados do SEF, em setembro tinham sido atribuídos 37 Autorizações de Residência para a atividade de Investimento (ARI), mais dois do que em agosto, num montante de 21,1 milhões de euros.

Em outubro, os vistos gold atribuídos ascenderam a 119, num investimento de 1.655.632,1 euros, mais 97% que em setembro, 112 por via do requisito da compra de bens imóveis e sete resultantes da transferência de capital.

O investimento em compra de bens imóveis totalizou 64,5 milhões de euros, o que compara com os 20,1 milhões de euros registados em setembro, enquanto a transferência de capital ascendeu a sete milhões de euros em outubro, contra um milhão de euros um mês antes.

Desde o início do ano foram atribuídos 599 vistos gold. Em 2014, o número de ARI atribuídos ascendeu a 1.526 e em 2013 foram 494.

Desde 08 de outubro de 2012, altura em que a medida foi aplicada, até final do mês passado, foram atribuídos 2.621 vistos dourados.

Em termos acumulados, o investimento total no final de outubro era de 1.588 milhões de euros, dos quais 1.435 milhões de euros em compra de bens imóveis e 153,7 milhões de euros em transferência de capital.

Desde que a medida está em vigor, foram atribuídos 2.480 vistos por via da compra de bens imóveis e 138 por transferência de capital, enquanto o requisito da criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho, mantém-se nos três vistos concedidos.

Por nacionalidades, os chineses continuam a liderar, com um 2.087 vistos gold concedidos. Em outubro foram atribuídos 91 a cidadãos daquele país.

O Brasil totalizava 98 ARI atribuídos no final do mês passado, mais seis que em setembro, com a Rússia a registar 89 vistos concedidos (obteve mais três em outubro).

No mês em análise foram atribuídos cinco vistos a cidadãos sul-africanos, totalizando 72, e um ARI a um libanês (total de 40).

No que respeita autorizações de residência a familiares reagrupados, foram atribuídos em outubro 189 vistos, para um total de 1.046 desde o início do ano.

Desde 2013, foram concedidas 4.017 autorizações de residência a familiares reagrupados.

A 23 de fevereiro deste ano, o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, apresentou as novas alterações de atribuição dos vistos gold, que alargam o investimento de estrangeiros a áreas como a reabilitação urbana ou ciência, entre outras, as quais foram publicadas em Diário da República (DR) a 30 de junho.

No entanto, o SEF suspendeu o processo de atribuição de vistos gold a 01 de julho por falta de enquadramento legal entre o anterior e o novo regime.

A 16 de julho, o Governo aprovou o decreto regulamentar que executa as alterações. As novas medidas entraram em vigor a 03 de setembro, um dia depois do decreto regulamentar ter sido público em DR.

As alterações à atribuição dos vistos gold surgiram depois da investigação policial 'Operação Labirinto', em novembro do ano passado, que levou à prisão preventiva de cinco de 11 arguidos por alegada corrupção, num processo que culminou na demissão do então ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, do cargo.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.