sicnot

Perfil

Voo MH370

Avistados no Oceano Índico "possíveis" fragmentos do Boeing 777 das linhas aéreas da Malásia

Avistados no Oceano Índico "possíveis" fragmentos do Boeing 777 das linhas aéreas da Malásia

Foram avistados, no Oceano Índico, possíveis fragmentos do Boeing 777 das linhas aéreas da Malásia, através de imagens de satélite. A garantia veio do primeiro-ministro australiano, que já enviou aviões de busca para o local para confirmar se, de facto, os destroços pertencem ao aparelho desaparecido há 12 dias com 239 pessoas a bordo.

Quatro aviões militares já foram enviados para a zona, a quatro horas da costa sudoeste da Austrália, a fim de determinar se os objetos identificados serão, ou não, destroços do avião da Malaysia Airlines.

A Autoridade Australiana de Segurança Marítima adverte que aquela área é a de uma rota comercial onde navegam regularmente navios de carga, dos quais caem muitas vezes contentores, pelo que os objetos podem não ser do avião.

A Malásia sublinhou também a necessidade  de verificar a pista anunciada.

"Cada pista representa uma esperança", disse o ministro dos Transportes  da Malásia, Hishammuddin Hussein.  

"Temos sido bastante coerentes. Nós queremos verificar, queremos corroborar",  declarou.  

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha. Todas as vítimas são de nacionalidade espanhola.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.