sicnot

Perfil

Avião desaparecido

Avião desaparecido

Voo MH370

Peritos acreditam que ainda pode haver destroços do MH370 no Índico

Uma empresa norte-americana especialista em buscas submarinas pediu uma análise a uma zona do Oceano Índico onde poderiam encontrar-se destroços do voo MH370 da Malaysia Airlines desaparecido em março de 2014, escreve hoje a imprensa local.

(Reuters/ Arquivo)

Os especialistas da Williamson and Associates examinaram imagens de setembro e consideram que objetos identificados como pedras podem tratar-se de restos do avião desaparecido em março de 2014, que fazia o voo MH370, segundo o jornal The Australian.

"Estes objetos têm as características de partes metálicas de fabrico humano, com superfícies circulares e com uma maior firmeza do que pedras dispersas", diz a empresa.

Estes objetos encontram-se a quatro quilómetros de profundidade, sobre o piso oceânico.

Representantes da Williamson, empresa que perdeu o concurso lançado pelo Governo australiano para as buscas pelo MH370, declararam ao jornal que os objetos detetados podem indicar "uma provável zona de destroços de um avião".

O avião da Malaysia Airlines desapareceu a 14 de março de 2014, quando fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim.

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".